Home » Estreias » “Sexo e a Cidade (Sex and the City)” de Michael Patrick King

“Sexo e a Cidade (Sex and the City)” de Michael Patrick King


Hollywood tem usado e abusado das adaptações de séries de TV, de remakes e de sequelas de filmes de grande sucesso, demonstrando uma certa retracção perante a possibilidade de apresentar ideias/projectos totalmente inovadores.

Claro está que nem sempre é fácil argumentar contra este género de obras. O cinema será antes de tudo uma arte mas a sua função de entretenimento e de indústria (lucrativa!) não pode ser esquecida. E quando os filmes atingem o sucesso e qualidade deste Sex and the City, quem terá coragem de o criticar?

4 anos passaram desde o fim da série. As 4 amigas seguiram o seu caminho mantendo o contacto sempre que possível. Porém, os seus amores e desamores continuam na ordem do dia e quando algo realmente importante o justifica a sua amizade será o melhor/único porto de abrigo que podiam encontrar.

Da diversidade se faz o todo e cada amiga aborda uma faceta da personalidade e da sexualidade da mulher moderna, tendo sempre New York como pano de fundo e musa inspiradora. Umas vezes mais a sério, outras de forma bem mais descontraída, podemos perceber que se a série muito fez pelo movimento de libertação/afirmação das mulheres, o filme ainda tem alguns pontos nos i’s por resolver. Já não haverão muitos tabus a derrubar (tal como questionado na Antevisão) mas as diferenças entre homens e mulheres continuarão a existir e cada um tem a sua forma de encarar cada situação.

Obviamente que (apenas) nos é apresentada a versão feminina dos problemas/soluções o que se por um lado torna o filme bem mais apelativo para as mulheres, por outro lado dá-nos (a nós homens) umas luzes de como as coisas funcionam no outro lado da barricada! Não que isso nos esclareça muito mas sempre é uma forma mais prática de (tentarmos) ver/entender como elas funcionam.

Goste-se ou não a série marcou um tempo e uma geração! O filme deixará marcas durante algumas semanas, depois algo novo virá e ficará apenas a lembrança do novo Adeus.

É essa a realidade da 7ª arte, apenas MUITO poucos se tornam clássicos memoráveis, os outros invadem a nossa vida durante algum tempo e da mesma forma meteórica que aparecem, desvanecem-se sem darmos por isso!

Site Oficial
Teaser
Trailer Pt

About

Já vão 10 anos desde que começámos este projeto. Expandimos para o facebook, para o twitter, para o youtube para o instagram e agora temos um site personalizado. Publicamos crítica, oferecemos convites e partilhamos a nossa paixão pelo cinema. Obrigado por fazeres parte dela!

Pub

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: