Home » Nota Pessoal » Nota Pessoal (23ª) – Temporada dos Oscars 2009 II

Nota Pessoal (23ª) – Temporada dos Oscars 2009 II

.
Esmiuçados os primeiros “resultados” no que diz respeito aos principais filmes do ano, iremos pormenorizar a nossa “avaliação” debruçando-nos, por agora, nas interpretações.

Manda as regras da boa educação começar pelas mulheres.

Assim sendo, nada mais há a dizer do que esclarecer que Meryl Streep é a Melhor Actriz de todos os tempos (ou pelo mínimo dos últimos 30 anos)! Pode parecer uma hipérbole mas já lá vão 30 anos desde que obteve a sua 1ª nomeação aos Oscars (The Dear Hunter) e 29 desde que ganhou a sua 1ª estatueta com Kramer vs. Kramer.

Esta ano apesar de não de ser a favorita já vai coleccionando novos prémios tendo inclusive uma dupla nomeação para os Golden Globe na vertente comédia, graças a JULIE & JULIA e IT’S COMPLICATED.

Outro factor de relevo é a confirmação do “regresso” de Sandra Bulock, alcançando também ela uma dupla nomeação (Drama pelo filme sensação do momento nos EUA, BLIND SIDE, e Comédia por THE PROPOSAL).

Ainda assim, a luta pelo prémio final parece vir a restringir-se a actrizes bem menos conhecidas como Carey Mulligan (AN EDUCATION), Gabourey Sidibe (PRECIOUS) ou Saoirse Ronan (THE LOVELY BONES).

No que diz respeito à categoria de Actriz Secundária o único consenso parece ser mesmo a dupla de companheiras de Clooney em UP IN THE AIR, Vera Farming e Anna Kendrick, e, sobretudo, Mo’Nique (PRECIOUS) que tem vindo a conquistar a maioria dos prémios. Ainda assim, não seria surpreendente se qualquer uma das representantes femininas de NINE alcançasse a dita estatueta.

Mudando agora para o sector masculino a situação não poderia ser mais enleada.

Se é bem verdade que George Clooney parece ser o principal candidato – não só pelo seu desempenho em UP IN THE AIR mas também pela imagem que detém em Hollywood e pela qualidade dos seus mais recentes filmes – parece evidente que está tudo em aberto e são muitos os nomes ainda em consideração!

Jeff Bridges por CRAZY HEART será o outsider deste ano (à imagem de Mickey Rourke em 2008) mas também não seria de estranhar se o veterano Morgan Freeman (INVICTUS) ou o competentíssimo Colin Firth (A SINGLE MAN), arrebatassem a maioria dos prémios.

De louvar ainda a presença assídua de Jeremy Renner graças ao seu louco desempenho em THE HURT LOCKER!

No que diz respeito aos Actores Secundários, perdoem-me os restantes mas Christoph Waltz (INGLOURIOUS BASTERDS) irá, tal como “anunciado” na nossa crónica (ver link), arrebatar a larga maioria dos prémios! É que o seu desempenho é efectivamente algo de estratosférico!

De qualquer forma, a destacar os aguardados desempenhos de Matt Damon (INVICTUS) e Woody Harrelson (THE MESSENGER), demonstrando que não só de figuras secundárias se fazem os Actores Secundários.

Ausências a destacar as de Viggo Mortensen, no ignorado THE ROAD, Robert Downey Jr. por THE SOLIST ou SHERLOCK HOLMES ou qualquer outro filme (o homem merece lá estar nem que seja por Iron Man, ok!). E, porque não, Sam Rockwell no brilhante MOON.

No lado feminino, Rachel Weisz em ÁGORA, Michelle Pfeiffer por CHÉRI, e a dupla Charlize Theron e Kim Bassinger por THE BURNING PLAIN!

De seguida realizadores e argumentista…

About

Já vão 10 anos desde que começámos este projeto. Expandimos para o facebook, para o twitter, para o youtube para o instagram e agora temos um site personalizado. Publicamos crítica, oferecemos convites e partilhamos a nossa paixão pelo cinema. Obrigado por fazeres parte dela!

Pub

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: