Passatempos Online

Home » Estreias » “50/50” de Jonathan Levine

“50/50” de Jonathan Levine


Óptima semana de estreias!
Primeiro fifty, fifty ou melhor… 50/50!

Seth Rogen e Joseph GordonLevitt (500 Days of Summer) não são propriamente nomes associáveis a filmes mais sérios. E é precisamente esse, o grande trunfo desta obra irrepreensível.

Em linha com o espírito “tudo à maluca” que sobretudo Rogen nos tem habituado, o filme acaba por ter a coragem de fazer rir perante uma história devastadora. É com um sorriso nos lábios que pensamos na dor, na decepção, na doença, na morte… mas, também, na amizade, na família e em nós próprios.

Poucos filmes tiveram a capacidade de abordar tais temas com tamanha “classe” e frontalidade! Ao seguir a eito, o jovem realizador nova-iorquino demonstra como é vida é (ou pode ser) de verdade. Como em cada contratempo há sempre uma perspectiva diferente, como em cada lágrima pode haver um enorme sorriso.

Quando lhe é diagnosticado um perigoso cancro na espinha Adam (Levitt) sente-se totalmente desarmado e desamparado. A inesperada notícia irá provocar reacções diferentes na sua mãe, na sua namorada e, especialmente, no seu melhor amigo. Kyle (Rogen) vê na débil situação de Adam uma óptima oportunidade para apelar à caridade de todas as mulheres que os rodeiam… se é que me faço entender!
Mas é, também, nos momentos difíceis que se descobre quem realmente está a nosso lado…

Sempre de sorriso aberto, apesar da nuvem negra que aos poucos se instala no filme, somos empurrados para uma história que podia ser a de qualquer um de nós. De um momento para o outro tudo pode mudar e só nessas alturas saberemos, de verdade, com quem podemos contar!

E se Levitt confirma todas as boas indicações que tem deixado ao longo da sua (ainda curta) carreira com um desempenho de altíssima qualidade, Seth Rogen demonstra, se dúvidas houvesse, que é um senhor à parte. O jovem actor e argumentista, expoente máximo do clã (Judd) Apatow, é um daqueles fenómenos meteórico.
Em meia-dúzia de anos transformou-se no mais promissor/talentoso comediante norte-americano da actualidade, assumindo um estilo muito próprio e… descarado! A sua honestidade e frontalidade têm-lhe garantido uma identificação invulgar com a nova geração de amantes na 7ª arte que procuram, acima de tudo, um realismo palpável no cinema, seja de acção, drama ou comédia! Tiro-lhe o meu chapéu por isso!

Quanto ao realizador Jonathan Levine, depois de Wackness (duvido que tenha ouvida falar!), dá um seguro passo em frente, confirmando a sua sensibilidade e capacidade para compreender a juventude actual. O seu próximo projecto incluí… zombies adolescentes! Agora que as coisas lhe estavam a correr tão bem…

Um filme obrigatório para todos! Quem não gosta de alternar uma sonora gargalhada com a marota lágrima a cair do canto do olho?

Infelizmente, este país está mesmo a saldo. Apenas 5.000 espectadores no fim-de-semana de estreia!
Shame on You!

Site Oficial
Trailer
Trailer 2

Comments

Leave a Reply

%d bloggers like this: