Passatempos

Home » Estreias » “Contrabando (Contraband)” de Baltasar Kormákur

“Contrabando (Contraband)” de Baltasar Kormákur


Pois bem, a época pós Oscars não começa com uma comédia-romântica nem com um filme pipoca! É mesmo murros e tiros pelo ar.

Mark Wahlberg, ex-NKOTB, foi sempre visto com enorme desconfiança pela crítica (e até algum público) da 7ª arte, não pela sua origem musical mas, sobretudo, devido ao seu discutível talento como actor.
Porém, os últimos anos têm sido generosos com ele. Participou em filmes premiados como The Departed ou The Fighter e protagonizou (com algum sucesso) obras mais másculas como Italian Job, Shooter ou Max Payne.

É pois neste registo mais destinado ao público masculino que Wahlberg volta a comandar um elenco competente que conta com nomes como Ben Foster, Kate Beckinsale, Giovanni Ribisi, J.K. Simmons ou Lukas Haas.

Contraband tal como o próprio título sugere é um filme de acção e grandes golpes que se desenrola em torno de uma família que após um passado ligado ao crime e ao contrabando, tenta viver uma vida normal. Mas a normalidade é sempre algo evolutivo e quando a necessidade o obriga nada resta do que voltar a velhos hábitos.

Chris (Wahlberg) tem um passado do qual não se orgulha nada, apesar de jeito inato para o contrabando. Porém, o seu pacato quotidiano será abalado quando o cunhado se vê envolvido numa transacção que corre mal. Obrigado a pagar a dívida familiar, Chris terá de voltar a reunir o seu antigo grupo para um último golpe.
Do Panamá a New Orleans, o experiente grupo terá que lidar com os inevitáveis imprevistos e com algumas inesperadas traições…

Contraband é baseado na obra islandesa Reykjavik-Rotterdam, protagonizada por Baltasar Kormákur que curiosamente nesta versão norte-americana assume a cadeira de… realizador!
Sem acrescentar muito ao género, o filme é extremamente competente nos seus propósitos deixando-nos curiosos quanto ao seu desenlace.
Pena é que, pontualmente, uma ou outra opção dos protagonistas sirva apenas para criar mais trama… mas ok.

Vale pelo carisma de Wahlberg e por algumas cenas bem conseguidas… e não deixa de ser um filme de acção com pés e cabeça!

Site Oficial
Trailer
Trailer 2

About

Já vão 16 anos desde que começámos este projeto. Expandimos para o facebook, para o twitter, para o youtube para o instagram e agora temos um site personalizado. Publicamos crítica, oferecemos convites e partilhamos a nossa paixão pelo cinema. Obrigado por fazeres parte dela!

Leave a Reply

%d bloggers like this: