Home » Home Cinema » “Batman Begins” de Christopher Nolan

“Batman Begins” de Christopher Nolan

Começava o Verão de 2005 quando chegou às salas de cinema O Início da mais deslumbrante trilogia dos nossos tempos!

Chris Nolan era, na altura, um quase desconhecido, tendo assinado, até então, apenas o desafiante e marcante Memento – um filme que tenho o orgulho de ter visto no cinema!!
Christian Bale, um pouco à imagem do seu Bruce Wayne, iniciava o seu regresso às luzes da ribalta depois do sucesso que tinha vivido enquanto criança graças, sobretudo, a Empire of the Sun.

Os dois juntos tornaram-se o cérebro e o rosto, respectivamente, do franchise de super-heróis que marcou a forma como vemos e, acima de tudo, como é feito de agora em diante o cinema de entretenimento!

Obviamente, o filme seguia os seus propósitos fundamentais: introduzia a personagem, as suas motivações, as suas privações, os seus aliados e amigos e os seus adversários. No entanto, Nolan decidiu fazer isso de forma mais real e verossímil possível. Apesar do estatuto de super-herói que Batman sempre carregou, este era um homem comum, com as suas lacunas e traumas e que vivia entre nós, recorrendo apenas a tecnologia possível (ou explicável) e a outros estratagemas naturais.

Neste universo não havia lugar a malabarismo, poderes sobrenaturais ou milagres in extremis! Estávamos perante o primeiro super-herói de carne e osso mas, igualmente, de coração, sentimento e inevitavelmente fraquezas. Um homem altruísta mas com as suas dúvidas e preconceitos. Um homem fisicamente preparado para revigorar a sua cidade, Gotham, mas psicologicamente incompleto para liderar a revolta.

Traumatizado pela perda dos seus pais, um jovem Bruse Wayne sente-se totalmente perdido no mundo, acabando por resignar-se ao ostrascismo em sinal de puro desespero.
Abraçado pela Liga das Sombras, Bruce irá encontrar um novo rumo para a sua vida naquela organização e quando regressa a Gotham tudo fará para manter o legado dos seus pais, em defesa da sua cidade.

Para além dos 2 nomes já referidos. Existem três senhores (da representação) que ajudaram a moldar a atmosfera certa em que se desenvolve todo o filme (e o franchise). Michael Caine, Morgan Freeman e Gary Oldman, sucintamente o mordomo, o inventor e o polícia, são a imagem perfeita do talento e da atenção dedicada até nos pequenos detalhes.

Pese embora a profundidade incutida por Nolan a um mero herói na BD, tornando-o, ao primeiro filme, numa das personagens mais cativantes da década passada, nada fazia prever o que se iria seguir.
Aliando a emoção ao aspecto visual, o realizador inglês transformou o 2º capítulo deste franchise num dos mais completos e amados filmes dos últimos anos… mas isso já é assunto para outras núpcias!

Em suma, Begins conta como TUDO começou, o que o tornaria automaticamente num filme obrigatório, para todos os fãs desta saga. Felizmente, ele é muito mais do que isso!!

Site Oficial
Trailer

About

Já vão 10 anos desde que começámos este projeto. Expandimos para o facebook, para o twitter, para o youtube para o instagram e agora temos um site personalizado. Publicamos crítica, oferecemos convites e partilhamos a nossa paixão pelo cinema. Obrigado por fazeres parte dela!

Pub

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: