Passatempos

Home » Estreias » “Os Croods (The Croods)” de Chris Sanders

“Os Croods (The Croods)” de Chris Sanders


Arrisco-me (se calhar nem tanto assim) a dizer que se trata de um dos melhores filmes da Dreamworks Animations dos últimos (largos) anos!

O nível do cinema de animação tem subido em flecha nas últimas duas décadas, disso não temos dúvidas! Ainda assim, a Dreamworks sempre foi mais conotada com o lado mais comercial enquanto que a Pixar (agora propriedade da Disney) ficava-se pelo lado mais “artístico”! Por isso a solução óbvia passou por ir buscar alguém à… Disney!

Depois de ter chegado perto com o cativante How to Train Your Dragon (no qual era co-realizador), Chris Sanders acertou em cheio desta vez! The Croods é um daqueles filmes no qual a utilização do chavão “dos 8 aos 80” torna-se obrigatório! The Croods é a prova que ainda há ideias que merecem ser transcritas para a 7ª arte. The Croods é Os Flintstones do século XXI!!

As semelhanças estão lá! Pré-história, animais “domésticos”, bom humor, hábitos familiares comuns a qualquer um de nós e uma incrível dose de loucura que ajudaram a tornar os “bonecos” da Hanna-Barbera num fenómeno planetário! Em The Croods alguns destes princípios são ligeiramente diferentes (talvez seja apenas o início!) mas o espírito está muito lá.

Grug – o pai hiper-protetor, Ugga – a mãe razoável, Eep – a filha rebelde, Thunk – o filho brutamontes, Gran – a avó e Sandy – a filha mais selvagem nova, formam uma família pré-histórica que passa praticamente a totalidade dos seus dias encerrada numa gruta, como solução única para garantir a sua sobrevivência.
No entanto, o mundo tal como o conhece está a mudar e isso irá obriga esta família a modernizar-se, a assumir riscos, a procura novas soluções, a viver! … ao invés de apenas sobreviver.
Pelo caminho irão deparar-se com Guy, um jovem rapaz bastante habilidoso e desenrascado mas que está longe de perceber como (re)agir face à confusão (organizada) que reina no seio desta peculiar família.

As personagens estão bem construídas, o argumento evoluiu com bastante assertividade e encanto, as imagens são de uma diversidade e complexidade acima da média e o 3D sempre nos proporciona alguns momentos vertiginosos.
Tem a magia suficiente para atrair os mais novos e o cuidado e a inteligência para manter os mais graúdos bem colados à tela!

Pessoalmente saí da sala bastante agradado e com a inequívoca sensação (para o mal e para o bem) de que não passará muito tempo até assistirmos a novas aventuras desta malta pré-maluca! É que com aquele final está-se mesmo a ver…

No final, fiquei apenas com pena de não ter assistido à VO mas não se pode ter tudo… certo?

Site Oficial
Trailer
Trailer 2

About

Já vão 16 anos desde que começámos este projeto. Expandimos para o facebook, para o twitter, para o youtube para o instagram e agora temos um site personalizado. Publicamos crítica, oferecemos convites e partilhamos a nossa paixão pelo cinema. Obrigado por fazeres parte dela!

Leave a Reply

%d bloggers like this: