Home » Bucket » “Gravidade (Gravity)” de Afonso Cuarón

“Gravidade (Gravity)” de Afonso Cuarón


Há filmes que contam histórias fantásticas. Há filmes que nos tocam no coração. Há filmes que transformam a (forma como vemos a) 7ª arte!

Porém, não haverá um antes e um depois de Gravity – como aconteceu com Star WarsThe Matrix ou Avatar – mas simplesmente porque a obra de Alfonso Cuarón é, a todos os níveis, ímpar.

O realizador mexicano teve a impensável liberdade (por parte de um estúdio como a Warner Bros) para fazer aquilo que a imaginação e a evolução técnica permitiram e o resultado é realmente de outro Mundo!

Somos literalmente transportados para o espaço. Gravidade zero. Ausência de som e de oxigénio. Uma imensidão descomunal. Um enorme vazio. Um astronauta e uma cientista vão lutar pela vida no mais inóspito e claustrofóbico dos ambientes. Nós vamos viver tudo!

Se o filme nos coloca no espaço, ao lado de Matt e Ryan, com o 3D assumimos o protagonismo. A dada altura somos nós quem respira, olha, desespera e suspira por um final feliz. Desviamos o corpo para não sermos atingidos pelos detritos. Sustemos a respiração para não gastar oxigénio. Olhamos em redor para absorver tudo e não perder pitada desta viagem.

George Clooney é Matt Kowalski, o veterano astronauta, responsável pela segurança de todos nesta missão de rotina no espaço. Sandra Bullock é Ryan Stone, a cientista que pretende fazer alterações no telescópio Hubble e total inexperiente nestas andanças pelo espaço. Justos eles irão lutar pela vida em condições extremas.

Se os Efeitos Especiais são de eleição, os demais aspetos técnicos não lhe ficam nada a atrás. A Montagem é arrebatadora. O Som irrepreensível. Banda-Sonora certeira. Realização primorosa.
A somar a isto tudo temos um desempenho fantástico de Sandra Bullock, ainda acima do seu The Blind Slide e, logicamente, uma das principais favoritas ao Oscar® de Melhor Atriz (juntando-se a Cate Blanchett).

Sem dúvida um dos Grandes (ENORMES!) Filmes deste ano. Um dos inquestionáveis nomeados para o Oscar® de Melhor Filme… e um dos favoritos (do público!)

Prémios à parte, é um imenso prazer, proporcional à angústia que provoca, (vi)ver Gravity. É para isto que o cinema existe. O cinema que é visto numa sala de cinema. O cinema que provoca emoções à flor da pele. O cinema que vai muito para lá da nossa imaginação e da nossa própria concetualização da 7ª arte. O cinema que explora as novas tecnologia e que demonstram para que serve a tridimensionalidade!

Dá vontade de ir a Lisboa só para ver o filme em IMAX 3D
… não sei que mais diga!

Site Oficial
Trailer
Trailer 2
Trailer 3

About

Já vão 12 anos desde que começámos este projeto. Expandimos para o facebook, para o twitter, para o youtube para o instagram e agora temos um site personalizado. Publicamos crítica, oferecemos convites e partilhamos a nossa paixão pelo cinema. Obrigado por fazeres parte dela!

Pub

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: