Home » Estreias » “Capitão Phillips (Captain Phillips)” de Paul Greengrass

“Capitão Phillips (Captain Phillips)” de Paul Greengrass


Começam a escassear vagas para a lista de nomeados a Melhor Ator do Ano…

Depois de Forest Whitaker (em The Butler), Tom Hanks parece já ter carimbado, também, o passaporte para os Prémios da Academia (e não só!) com um registo virtuoso e humano do Capitão que desafiou e afrontou um grupo de piratas somalis na primavera de 2009.

Baseado em factos verídicos, o eletrizante retrato do ataque pirata ganha, pelas mãos de um ardiloso Paul Greengrass, uma dinâmica de ação e uma robustez dramática incríveis, deixando-nos em completo sobressalto, sobretudo, durante a última meia-hora.

Depois das duas sequelas de Bourne, United 93 e Green Zone, poucas dúvidas restariam de que Greengrass é um dos mais talentosos realizadores de cinema de “ação” da atualidade. Longe dos paradigmas do cinema de entretenimento, o realizador inglês transmite às suas obras uma forte vertente realista, colocando o espetador bem perto de uma ação, às vezes, demasiado realista!

Abril de 2009, período de maior intensidade da pirataria no Corno de África. Um cargueiro norte-americano, comandado pelo rigoroso Capitão Richard Phillips (Hanks) é alvo de um ataque por parte de alguns “pescadores” oriundos da Somália. O que se seguiu é… retratado de forma irrepreensível, ao longo das mais de 2h de filme!

A Captain’s Duty: Somali Pirates, Navy SEALS, and Dangerous Days at Sea, é este o título do livro que serviu de base ao filme. E será importante retê-lo. Pela mão do próprio Richard Phillips, o livro retrata a sua experiência no Golfo da Aden e logo do título retiram-se os 4 elementos centrais transpostos para o filme: o dever do Capitão, os Piratas somalis, as forças Especiais norte-americanas (SEAL’s) e os Perigos da sua profissão.

Como se vê há muito mais para contar do que simples “visão” do capitão. O episódio é o mais realista possível e para isso Muse (Barkhad Abdi) não pode ser apenas o vilão da história. Se o desempenho do veterano Tom Hanks merece de todos os melhores elogios, o do estreante Adbi não lhe fica nada atrás. O jovem nascido na Somália parece ter nascido para ser fazer de pirata e uma nomeação ao Oscar® de Melhor Ator Secundário será de todo merecida!

Parece inequívoco apontar este Captain Phillips como um dos Melhores Filmes do Ano. Muito para lá de um “mero” filme de ação, o mais recente retrato de Paul Greengrass da realidade humana, das suas limitações, das suas imperfeições e das suas superações, é uma das obras de referência de 2013.

Já Tom Hanks cimenta a sua posição de Maior ator vivo, acrescentando mais uma personagem fantástica ao seu pecúlio… e ainda teremos Walt Disney em breve!

Site Oficial
Trailer
Trailer 2

About

Já vão 12 anos desde que começámos este projeto. Expandimos para o facebook, para o twitter, para o youtube para o instagram e agora temos um site personalizado. Publicamos crítica, oferecemos convites e partilhamos a nossa paixão pelo cinema. Obrigado por fazeres parte dela!

Pub

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: