Home » Estreias » “Argumento de Amor (The Rewrite)” de Marc Lawrence

“Argumento de Amor (The Rewrite)” de Marc Lawrence


Marc Lawrence e Hugh Grant vão já na quarta colaboração (Two Weeks Notice, Music and Lyrics, Did You Hear About the Morgans?), tantos quantos os filmes realizados pelo nova-iorquino.
O percurso em conjunto tem tido os seus altos e baixos. Desta vez fica-se pelo mediano, e não há mal nenhum nisso.

Hugh Grant volta a fazer “de si mesmo”. Cabeça ao vento, pés ausentes da Terra e aquele ar de quem tem toda a sorte do mundo. Marisa Tomei segue-lhe o exemplo, com um ar ligeiramente mais sério mas igualmente goofy. No fundo, no fundo é esse o espírito do filme: leve, descontraído e engraçado.

No epicentro da história temos Keith Michaels (Grant), um talentoso argumentista a atravessar uma longa travessia no deserto que, anos volvidos da conquista do Oscar® de Melhor Argumento, encontra-se literalmente sem trabalho, sem família, sem dinheiro.
O desespero irá levá-lo de Hollywood até à ao costa Este, mais propriamente ao norte do Estado de Nova Iorque, onde um cargo como professor universitário e uma voluntariosa aluna mais madura (Tomei) o esperam. Falta saber até que ponto ele conseguirá lidar com uma realidade tão distante da que estava habituado…

Tem os seus momentos de humor. Tem as suas lições de vida. Tem o seu lado mais sentimental.
É um filme simples que conta uma história sem grandes ambições mas que cumpre plenamente a sua função. E se Grant e Tomei acabam por não surpreender nem decepcionar, já J.K. Simmons e Allison Janney funcionam como uma imensa lufada de ar fresco durante todo o filme. São breves momentos, esporádicos, mas ricos de sentido e emoção.

Marc Lawrence deve toda a sua carreira como realizador ao londrino Hugh Grant. O contrário não será tanto verdade mas parecem não restar dúvidas que esta parceria tem ajudado – especialmente nos último anos – o ator inglês a manter a chama e a sua carreira bem vivas.

Pessoalmente acho piada ao cinquentão inglês e à sua imagem tipicamente british.
Assim sendo, não há como não apreciar este The Rewrite mesmo tendo presente que está longe de ser um filme obrigatório.

Trailer

About

Já vão 10 anos desde que começámos este projeto. Expandimos para o facebook, para o twitter, para o youtube para o instagram e agora temos um site personalizado. Publicamos crítica, oferecemos convites e partilhamos a nossa paixão pelo cinema. Obrigado por fazeres parte dela!

Pub

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: