Home » Estreias » “Nós Somos Teus Amigos (We Are Your Friends)” de Max Joseph

“Nós Somos Teus Amigos (We Are Your Friends)” de Max Joseph


Zac Efron tarda em confirmar pergaminhos.

Desde o sucesso meteórico em High School Musical, o jovem californiano tem alternado desempenhos convincentes com outros bem mais medianos, sentindo grandes dificuldades em fugir à imagem de “menino bonito” que o acompanha há quase uma década.

Em We Are Your Friends percebe-se que Zac está a “jogar em casa”, dando vida e alma a um jovem ambicioso que persegue o seu sonho de ser DJ numa pecaminosa e efervescente cidade de Los Angeles. Ainda assim, o seu desempenho está bem longe de ser categórico, acabando na maioria do tempo ofuscado por um bem mais rodado e talentoso Wes Bentley.

4 jovens amigos, lutam por ganhar a vida em LA. Oriundos do lado menos nobre da cidade, o San Fernando Valley, Cole (Efron), Mason (Jonny Weston), Ollie (Shiloh Fernandez) e Squirrel (Alex Shaffer) tentam a todo o custo garantir um futuro risonho para si, depositando a larga maioria dos seus esforços no talento de Cole como DJ.
De festa em festa, de ressaca em ressaca, a música levará Cole Carterao encontro de James Reed (Bentley), um famoso mas volátil DJ, e da sua namorada, Sophie (Emily Ratajkowski). Enquanto trilha o seu caminho no mundo da música, Cole será forçado a questionar as suas amizades, os seus sentimentos e a sua ambição, de forma bem mais séria do que seria expectável.

Esse lado mais sério e soturno acaba por retirar ao filme muita da sua áurea de diversão e entretenimento que parecia ser, à partida, o seu principal foco. O (sub)mundo da música electrónica, dos clubs, das festas, das drogas e do álcool transporta consigo, não há como negar, um certo fascínio e admiração, mesmo que de forma algo reprovável. No entanto, Max Joseph tenta, na sua obra de estreia, dar uma passo maior do que as pernas e o resultado acaba por ser sensaborão.

Enquanto aborda as nuances da música electrónico e os seus intervenientes, We Are Your Friends ten as suas valências, com especial destaque para a explicação biológica (e química) sobre o efeito da música – e da batida – em cada um de nós. Já fora da festa, as lacunas são evidentes e não fosse um contido mas omnipresente Wes Bentley e pouco haveria para guardar.

A mensagem será, certamente, bem mais apelativa aos jovens de vinte e poucos anos, do que as demais. Sem sentir, nem (con)viver aquele atmosfera – mesmo apenas como mirones – tudo parecerá um pouco exagerado e inconsequente.

Bem sei que Zac Efron não pode ser responsável por tudo mas estará na altura, sugiro eu, de deixar de lado esse lado mais popular e enveredar por projetos mais audaciosos, isso é se o miúdo estiver mesmo interessado numa Carreira no mundo do cinema.

Melhores dias virão, seguramente.

Site
Trailer

About

Já vão 10 anos desde que começámos este projeto. Expandimos para o facebook, para o twitter, para o youtube para o instagram e agora temos um site personalizado. Publicamos crítica, oferecemos convites e partilhamos a nossa paixão pelo cinema. Obrigado por fazeres parte dela!

Pub

Comments

  1. Eu gostei do desempenho do Efron 🙂

    "Nós Somos Teus Amigos": 5*

    "Nós Somos Teus Amigos" surpreendeu-me muito pela positiva e tornou-se num dos melhores filmes que vi nos últimos meses.
    "We Are Your Friends" é um filme vibrante que nos fala do valor da amizade.

    Cumprimentos,

    Frederico.

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: