Home » Estreias » “The Hunger Games: A Revolta – Parte 2 (Mockingjay – Part 2)” de Francis Lawrence

“The Hunger Games: A Revolta – Parte 2 (Mockingjay – Part 2)” de Francis Lawrence


Quatro anos, o proliferar de um género cinematográfico (Young Adult books adaptations), a nova “namoradinha da América”.

The Hunger Games ficará indubitavelmente na mente de muitos, como um dos grandes fenómenos cinematográficos da década… praticamente ao nível de Twilight e Harry Potter, no que à sua faixa etária alvo, diz respeito!

A lista de elogios podia (e devia) continuar durante mais alguns parágrafos porém, quando olhamos individualmente para este Mockingjay Part 2, fica a notória sensação de que faltou algo profundamente estrutural e decisivo.

A questão da divisão do capítulo final deste género de adaptações literárias à 7ª arte (decompondo o derradeiro tomo em 2 filmes) já foi vezes se conta criticada por nós, pelo que, seguimos em frente. Neste caso específico, mais do que a ausência de história e/ou ação (bem mais notória na Part 1) o que salta à vista é a progressiva quebra de intensidade, criatividade e emoção… ao longo dos 3 derradeiros filmes.

Pese embora todas as suas fragilidades, o capítulo inicial permanece destacadamente como o mais relevante e competente dos 4 filmes da série. Katniss, Peeta, Gale, President Snow, Primrose, Haymitch eram-nos perfeitamente desconhecidos (pelo menos para aqueles que não tinha lido os livros) mas a envolvência e a cadência do filme eram certeiras, cativantes, enigmáticas. Curiosamente foi o único realizado por Gary Ross (Pleasantville, Seabiscuit)…

Culminada a série, não ficam grandes saudades… talvez dos primórdios mas não da forma como tudo termina. O mais caricato é que, per si, este Mockingjay – Part 2 até é um filme interessante com doses certeiras de ação, emoção e intriga mas, no computo geral não convence nem deslumbra.
O mais fraco acaba por ser mesmo o longo (demasiado longo!) epílogo final.
A química entre Jennifer Lawrence e Josh Hutcherson é (mais uma vez) inexistente, há personagens (aparentemente relevantes) que se desvanecem sem rumo, nem fado, e toda uma revolução social e introspetiva acaba bem aquém das expetativas geradas.

Mockingjay – Part 2 acompanha o assalto final dos rebeldes ao capitólio enquanto Katniss (Lawrence) e um especial grupo de elite – do qual consta igualmente Gale (Liam Hemsworth), Peeta (Hutcherson), Finnick (Sam Claflin) – segue atrás da linha da frente, por ordem da Presidente Alma Coin (Julianne Moore) com o intuito de moralizar as tropas.
Porém, politiquices à parte, Katniss tem apenas um objetivo em mente, matar o Presidente Snow (Donald Sutherland).

Há surpresas reservadas para o final. Umas bem congeminadas, outras nem tanto.
No fundo, fica a enorme certeza de que The Hunger Games – como um todo – podia (e devia?) ser isto… e muito mais!

About

Já vão 10 anos desde que começámos este projeto. Expandimos para o facebook, para o twitter, para o youtube para o instagram e agora temos um site personalizado. Publicamos crítica, oferecemos convites e partilhamos a nossa paixão pelo cinema. Obrigado por fazeres parte dela!

Pub

Comments

  1. "The Hunger Games: A Revolta – Parte 2": 5*

    Com uma história e ação fogosas, este filme fechou a saga com chave de ouro e recomendo vivamente que o vejam.

    Cumprimentos, Frederico Daniel.

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: