Home » Estreias » “Mulheres Procuram-se para ir a Casamento (Mike and Dave Need Wedding Dates)” de Jake Szymanski

“Mulheres Procuram-se para ir a Casamento (Mike and Dave Need Wedding Dates)” de Jake Szymanski


Dois filmes vêm logo à memória ao ver Mike and Dave…
Neighbors 2, pelo tom e pela presença de Zac Efron e Dirty Grandpa com o qual partilha Efron e a jovem Aubrey Plaza.

A principal diferença, pasme-se, é a capacidades deste Wedding Dates em “manter o nível” ligeiramente acima da linha de água, (quase) nunca descambando por completo. A temática, o rumo da história e o histórico recente dos protagonistas podia indicar o contrário mas o filme de Jake Szymanski consegue permanecer respeitável e familiar mesmo até ao último segundo. Tem os seus momentos mais apimentados, é verdade, mas justiça seja feita aos seus intervenientes, a linha (do bom gosto) nunca chega a ser cruzada.

Isto não quer dizer que estejamos perante um belo exemplar da comédia norte-americana, quer apenas clarificar quando ao… sabor menos apimentado (e mais adocicado) das pipocas.

Zac é o cabeça-de-cartaz. Com uma carreira que tarda em despontar, o jovem ator oriundo do sempre respeitável Disney Channel tem aproveitado o “caminho mais fácil”, acumulando comédias (mais ou menos respeitosas) ao longo do último par de anos. Um percurso que tem tanto de incólume como de relevante.

Aubrey, como já vimos, volta a partilhar a tela com o jovem. Depois de se ter encanto pelo seu avô, agora faz olhinhos ao seu irmão. O registo é bastante similar… talvez um pouco mais respeitoso até.
Quanto a Adam Devine e Anna Kendrick, também eles parceiros de outras andanças – nomeadamente Pitch Perfect – não podia ser mais distinto o seu comportamento. Adam está plenamente no seu habitat. Um ou outro exagero mas um à vontade e uma competência . Já Anna, percebe-se que o seu ar angelical e de menina de bem – por muito disfarçado que pareça estar – contrasta em demasia com o papel de Alice. Não sei se iria ao ponto de lhe chamar “erro da casting” mas há algo que nem o talento da jovem atriz consegue compensar.

Quanto ao enredo, consta que (a) parte (inicial) é de facto verídico(a).
Dado o seu histórico demolidor em festa familiares, Mike e Dave Stangled, Devine e Efron, respetivamente, foram intimados pela família a encontrar companhia para o casamento (de uma prima), ao ponto de colocarem um anúncio na Craiglist e de se terem tornado num fenómeno viral, com direito a TV nacional nos EUA. Daí em diante é a natural fantasia norte-americana.
No filme, os rapazes são ludibriados por duas amigas, Tatiana (Plaza) e Alice (Kendrick), que se fazem de boazinhas para garantir a viagem ao Hawaii e depois revelam-se uns diabinhos. Os irmãos tentam, por tudo, afastarem-se de problemas mas a dada altura não há nada que eles possam fazer…

É uma comédia, igual a tantas outras. Dá para rir, passar um bom momento e está feito.
Seria, naturalmente, ingénuo esperar um pouco mais do género, especialmente dada a proveniência do filme, e não é propriamente uma crítica ao que é feito nos EUA. É, mais, a constatação sócio-cultural de que a definição de comédia é bem diferente em ambos os lados do Atlântico (ou do Pacífico).

Não deixa de ser divertido e de ser agradável de apreciar as paisagens Havaianas mas não fica para a posterioridade.

Site
Trailer

About

Já vão 10 anos desde que começámos este projeto. Expandimos para o facebook, para o twitter, para o youtube para o instagram e agora temos um site personalizado. Publicamos crítica, oferecemos convites e partilhamos a nossa paixão pelo cinema. Obrigado por fazeres parte dela!

Pub

Comments

  1. Mulheres Procuram-se Para Ir a Casamento: 5*

    Uma das melhores comédias de 2016, a não perder.

    Cumprimentos, Frederico Daniel.

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: