Home » News » Madeira Film Festival começa já hoje…

Madeira Film Festival começa já hoje…

… e estamos a oferecer convites duplos para qualquer sessão do festival à vossa escolha – com excepção da sessão de abertura.

Decorre de 17 a 23 de abril, no Teatro Municipal Baltazar Dias (e no Belmond Reid’s Palace Hotel) a 6ª edição do Madeira Film Festival, um festival de cinema que em vez de premiar os filmes em cartaz, premeia os frequentadores do festival com um cartaz altamente diversificado e surpreendente, tendo sempre a natureza e a relação do ser humano com o seu meio envolvente, a matriz fundamental dos filmes a exibir.

Desde 2012, a ilha da Madeira e mais especificamente a cidade do Funchal é o palco privilegiado de um Festival de Cinema independente que para além dos filmes em cartaz, destaca-se ainda pelo vasto programa de atividadades – nomeadamente, seminários e workshops – a decorrer no Belmond Reid’s Palace Hotel.

Do programa deste ano destacam-se 5 filmes:

Em primeiro lugar, o filme de abertura do festival. The Eagle Huntress de Otto Bell é um dos mais apreciados e premiados documentários de 2016, tendo inclusive sido nomeado para o respetivo BAFTA. Ao longo de 1h30 o documentário relata o espírito de dedicação de um jovem menina de apenas 13 anos, para se tornar “caçadora de águias”. Rodado na Mangólia, para além da incrível história de perseverança e tradição, o filme destaca-se pelos majestosas paisagens… e pela reconhecida voz da narradora. Daisy Ridley (que muitos reconhecerão como Rey) para além de produtora, empresta a voz a um sentido documentário que promete surpreender os espetadores madeirenses.

 

 

Dia 20 de Abril é noite de antestreia nacional. In Dubious Battle do ator/realizador James Franco com o próprio como protagonista e um elenco com nomes como Vincent D’Onofrio, Robert Duvall, Ed Harris, Josh Hutcherson, Nat Wolff, Bryan Cranston, Sam Shepard e Selena Gomez. Para lá da sua contundente carreira como ator – que já lhe valeu, inclusive, uma nomeação ao Oscar de Melhor Ator – Franco tem vindo  experimentar o outro lado das câmaras, contando no seu currículo com quase 20 obras. Muitas delas obras experimentalistas mas não é de todo o caso deste Batalha Incerta. Baseado no romance de John Steinbeck, o drama histórico acompanha o início do movimento trabalhista nos EUA, durante os anos 30. Com estreia mundial no famoso Festival de Cinema de Veneza, em Setembro de 2016, o filme chega agora ao nosso país, com direito a honras de antestreia, no Madeira Film Festival.

 

 

A noite de sexta-feira, dia 21 de abril, será preenchida pelo surpreendente Captain Fantastic. O filme que valeu a Viggo Mortensen a sua 2ª nomeação aos Oscars (a primeira foi há 10 anos atrás graças a Eastern Promises de David Cronenberg) é uma obra reveladora e transcendente que dá outro sentido ao mote do Festival em explorar o cinema que vive da e para a natureza. O pai de (uma) família sui generis que vive reclusa, no meio de uma floresta do pacífico norte dos EUA, é um retrato assombroso do estado da nossa atual sociedade e de como o inconvencional, nem sempre é o incorreto. 4,5 pipocas salgadas, foi o nosso veredicto em Setembro último.

 

 

Sábado chega Pedro Almodóvar e a sua Julieta. O realizador espanhol dispensa qualquer apresentação, assim como a sua Julieta. Drama familiar com Emma Suárez e Adriana Ugarte a partilhar o papel de Julieta , o filme garantiu a Almodóvar os melhores elogios, sobretudo pela qualidade do argumento e pela forma angustiante como vai revelando a sua verdadeira natureza. Muitos prémios depois, o filme promete engrandecer de forma preciosa o cartaz do Madeira Film Festival.

 

 

 

A encerrar o Festival temos Aquarius, do brasileiro Kleber Mendonça Filho. Com a veterana Sónia Braga como protagonista, o filme é muito mais do que uma crítica social ao atual estado político-económico-cultural de um país de enormes contrastes e tremendas injustiça. No filme, Clara (Braga) é a última morada de um complexo de apartamentos de frente para o mar, em plena praia da Boa Viagem – zona nobre da cidade do Recife – adquiridos por uma Construtora que pretende reformular o local e transformá-lo num luxuoso empreendimento. Porém, Clara não faz qualquer intenção de se mudar. Estreado no Festival de Cannes, destaque para as nomeações para Melhor Filme Estrangeiro nos César (prémios do cinema Francês) e nos Independent Film Awards.

Site do Festival
Instagram

About

Já vão 10 anos desde que começámos este projeto. Expandimos para o facebook, para o twitter, para o youtube para o instagram e agora temos um site personalizado. Publicamos crítica, oferecemos convites e partilhamos a nossa paixão pelo cinema. Obrigado por fazeres parte dela!

Pub

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: