Home » News » Em Outubro nos cinemas…

Em Outubro nos cinemas…

Outubro 2017
Não será, de todo, o mais atrativo mês de estreias no nosso país…

Ainda assim, começamos com o mais aguardado filme de ficção-científica dos últimos anos e terminamos com o mais aguardado filme de super-heróis dos últimos meses. Podia ser pior.

Começamos com a sequela de um dos maiores filmes de ficção-científica de sempre e que, heresia das heresia, tem sido recebido críticas que o colocam ao mesmo nível (ou acima!!) do seu antecessor. BLADE RUNNER 2049 é, seguramente, a grande estreia deste mês de Outubro. Por todas e mais alguma razão. Dennis Villeneuve, o fantástico realizador de Arrival e Incendies, assume a responsabilidade máxima de superar a obra milenar de Ridley Scott. Harrison Ford está de regresso ao papel de Rick Deckard e, em papéis de igual ou maior destaque, temos, também, nomes como Ryan Gosling, Jared Leto, Ana de Armas, Robin Wright e Dave Bautista. O céu é o limite, segundo consta!

Num registo antagónico mas com igual expetativa temos já este mês o regresso dos super-heróis da Marvel. THOR: RAGNAROK traz de regresso Thor, Hulk e, segundo consta, Doctor Strange. Ausentes de Civil War, o Deus do Trovão e Bruce Banner têm agora ao seu direito de antena, deparando-se com uma nova super-vilã com uns traços de Cate Blanchett. Realizado pelo desconhecido Taika Waititi, saltam à vista para lá dos habituais omnipresentes asgardianos, um look muito 80’s, a lembrar o estilo visual de Guardians of the Galaxy, o regresso do humor certeiro, imagem de marca das adaptações da Marvel à 7ª arte, e a preparação para Infinity Wars.

Com expetativas diferentes temos um conjunto de filmes com géneros e registo bem distintos.

No desporto, e sabe sempre bem ver o desporto na 7ª arte, temos BORG/McENROE. Dois dos maiores ídolos dos desporto das raquetes protagonizaram alguns dos mais memoráveis duelos nos courts de ténis. Com estilos assumidamente distintos, tanto dentro como fora dos courts, Björn Borg e John McEnroe era a antítese do desporto e a prova que o talento pode assumir diferentes formas e feitios. Shia Labeouf dá vida ao tenista norte-americano enquanto que o sueco Sverrir Gudnason dá corpo ao contido e meticuloso louro de cabelos compridos. O dinamarquês Janus Mets realiza um filme que tem como pano de fundo a memorável final do torneio de Wimbledon de 1980.

Os filmes catástrofe podem estar em desuso mas, por cá, nunca mais um é demais. GEOSTORM é a aposta de 2017 para o género, trazendo à memória 2012 e The Day After Tomorrow, entre outros. Protagonizado por Gerard Butler, o calmeirão escocês mais habituado ao cinema de ação, o filme de Dean Devlin tem como ponto de partida um futuro em que o clima é manipulado pelo homem e uns quantos satélites na atmosfera terrestre. Mas quando algo corre mal, pouco restará para contar a história. Efeitos especiais de ponta? Check! Elenco com caras conhecidas? Check! Destruição em massa? Check! Enredo minimamente coerente? ……. é esperar para ver!

THE SNOWMAN é o título do próximo filme protagonizado por Michael Fassbender. O talentoso ator alemão (duplamente nomeado aos Oscars) tem um desafio diferente neste thriller de contornos de suspense e terror que promete fazer-nos saltar da cadeira. Rebecca Ferguson, Val Kilmer, Chloë Sevigny, J.K. Simmons, Charlotte Gainsbourg, James D’Arcy e Toby Jones acompanham Fassbender às ordens do sueco Tomas Alfredson, realizador, entre outros, de Tinker, Taylor, Soldier, Spy. Sinceramente não dava nada pelo filme, até ver o trailer. Vamos lá ver onde as primeiras impressões nos levam. Porque a neve está quase a chegar. Altura ideal para fazer um boneco com nariz de cenoura, olhos de azeitonas e sede por… sangue.

Por falar em ação, THE FOREIGNER. Jackie Chan e Pierce Brosnan, currículo no género não falta a ambos. A Martin Campbell, realizador dos 007 GoldenEye e Casino Royale, também não. Uma história explosiva de vingança, recheada de grandes cenas de ação e intriga. Um filme em crescendo nas nossas expetativas à medida que vamos lendo mais informação a seu respeito. Mesmo que nem tudo se confirme temos aqui material e malta com talento para boas 2h de cinema de qualidade.

THE BIG SICK é um daqueles casos… do acaso. Em condições normais um filme realizado por Michael Showalter e protagonizado e escrito pelo jovem de origem paquistanês Kumail Nanjiani, muito dificilmente surgiria no nosso “radar”. Mas passa na Sic Radical um tal de The Tonight Show Starring Jimmy Fallon (que gostamos de ver) e a dada altura, o Sr. Fallon mencionou a qualidade do filme – aquando da sua estreia nos EUA. E ficou, podia não ter passado de uma das mil e uma referências cinematográficas que vêm e vão, mas não. A comédia dramática, baseada na vida real do próprio Kumail e do choque de culturas entre a sua família e a da sua namorada norte-americana, aparentemente é boa, muito boa!

Há um ano e picos, no auge da popularidade de Alicia Vikander após a conquista do Oscar por Danish Girl e com Jason Bourne e Lara Croft, TULIP FEVER era aquilo que se designaria como um dos grandes potenciais candidatos aos Oscars deste ano. A adaptação do amado romance de Deborah Moggach pelas mãos do realizador inglês Justin Chadwick era objeto de toda a especulação. Ao lado de Alicia, tínhamos Christoph Waltz, Zach Galifianakis, Judi Dench, os jovens Dane DeHaan, Jack O’Connell, Holliday Grainger, Cara Delevingne e uma tórrida história de amor e traição que comoveu e apaixonou leitores por todo o mundo. Mas os filmes de época não são fáceis (de vender) e a febre foi passando. Será?

Finalmente, destaque para 2 filmes alvo da nossa atenção no resumo ao que de melhor Setembro tinha para oferecer, THE GLASS CASTLE e BRAD’S STATUS (NOTA DA DISTRIBUIDORA: A estreia de ‘BRAD’S STATUS’ foi agora confirmada para 2 de Novembro), cujas estreias foram adiadas para este mês de Outubro. Felizmente.

Thor: RagnarokO Boneco de Neve, Amor de ImprovisoGeostorm – Ameaça Global e A Febre das Tulipas distribuídos pela NOS Audiovisuais.
Blande Runner 2049, O Estrangeiro e Brad’s Status são distribuídos pela Big Pictures Films.
O Castelo de Vidro é distribuídos pela PRIS Audiovisuais.
Borg/McEnroe é distribuído pela Films4You.

About

Já vão 10 anos desde que começámos este projeto. Expandimos para o facebook, para o twitter, para o youtube para o instagram e agora temos um site personalizado. Publicamos crítica, oferecemos convites e partilhamos a nossa paixão pelo cinema. Obrigado por fazeres parte dela!

Pub

Comments

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: