Home » Estreias » “Pai Há Só Um… ou Dois (Daddy’s Home 2)” de Sean Anders

“Pai Há Só Um… ou Dois (Daddy’s Home 2)” de Sean Anders

Do They Know it’s Christmas?
Claro que sim!!

Cada um tem o seu timing para entrar no “espírito de Natal”… o meu é este!

O cinema é, muitas vezes, o catalisador dessas pequenas subtilezas que nos alteram o estado de espírito, que nos fazem sonhar, refletir e questionar.
Deste tenra idade que “o filme de Natal” tornou-se numa tradição, mesmo que nem sempre a indústria nos gratifique com um exemplar minimamente adequado à época.

Este ano, depois de Bad Moms 2 – que deu o “tiro de partida”, ainda que algo precocemente – temos, agora, direito a Daddy’s Home 2. Vamos deixar já bem claro que a sequela não se trata de um portento do ponto de vista cinematográfico, mas quanto ao seu objetivo primordial, ou seja, enfatizar a época do ano que nos enche o coração, o serviço prestado é mais do que adequado.

Dois anos depois de Mark Wahlberg e Will Farrell se terem gladiado pelo título de melhor (ou pior!?) pai do mundo, a sequela aposta em trazer para a família mais dois “pesos pesados”, os avós! Mel Gibson e John Lithgow dão corpo e espírito a uma dupla igualmente antagónica e hilariante. Especialmente se encararmos o filme com a leveza de espírito apropriada.

É verdade que a momentos o filme desvia-se do seu rumo, perdendo-se em um ou outro exagero que nos trazem imediatamente à memória a confrangedora constatação que, mesmo perante malta com talento e carisma para dar e vender, não deixamos de estar perante uma comédia norte-americana.
Neste capítulo, o mais irritante acaba por ser a personagem interpretada pela modelo brasileira Alessandra Ambrósio, cuja presença se resume a duas ou três expressões enigmáticas e descontextualizadas.

Mas convenhamos, isso já estávamos todos à espera. O que nos interessa mesmo, para além de garantir algumas boas gargalhadas, é ouvir as tradicionais cantorias da época, ver as luzinhas, as casas enfeitadas, as indumentárias, os embrulhos e as férias em família. Mais ou menos disfuncionais!

Dusty (Wahlberg) e Brad (Ferrell) parecem ter encontrado o equilíbrio necessário para uma saudável convivência, partilhando tarefas e responsabilidades na educação das crianças. Agora casado com Karen (Ambrósio) Dusty experimenta, também, o outro lado da equação – ser o padrasto – e não é fácil!
Mas tudo se irá complicar quando o pai de ambos decidem aparecer de surpresa para passar o Natal com a família. E se Dusty e Brad formavam uma dupla improvável, Kurt (Gibson) e Don (Lithgow) são os pólos apostos de uma bateria industrial. À mínima faísca…. CABUMMMM!!!

Daddy’s Home 2 pode ter os seus defeitos. E tem-nos seguramente. Mas se nem assim vos der vontade de cantarolar um ou outro clássico ou comprar uns enfeites para a árvore, então marquem já a consulta do psicanalista.
A depressão, este ano, está pior do que o habitual.

Vá lá, todos juntos, “how can they know it’s Christmas time at all”!!!

 

Trailer
Site

About

Já vão 10 anos desde que começámos este projeto. Expandimos para o facebook, para o twitter, para o youtube para o instagram e agora temos um site personalizado. Publicamos crítica, oferecemos convites e partilhamos a nossa paixão pelo cinema. Obrigado por fazeres parte dela!

Pub

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: