Home » Estreias » “As Cinquenta Sombras Livre (Fifty Shades Freed)” de James Foley

“As Cinquenta Sombras Livre (Fifty Shades Freed)” de James Foley


Se o 1º capítulo tinha o efeito surpresa e uma banda-sonora e o um romance e algum frison, este final da trilogia Fifty Shades pouco ou nada tem para oferecer.

Dakota Johnson e Jamie Dornan estão de regresso aos papéis de Anastasia Steele e Christian Grey, respetivamente, mas, mesmo perante o crecente àvontade na sua relação em frente das câmaras, a química teima em não se consumar.

Mas, esse nem é o maior problema deste 3º capítulo. O enredo tem mais buracos que a lingerie da Anastasia. As personagens a densidade de uma camisa de noite e o desenlace a paspalhice de uma qualquer cena de ciúmes.

No quarto (vermelho) e não só(!), as cenas de sexo parecem recauchutadas, sem chama, sem novidade, sem emoção. E mais chocante é mesmo perceber – pelo menos após uma rápida leitura dos resumos do livro – que o argumento segue quase à risca a história imaginada por E. L. James.

Se o fenómeno é incontestável. Já a qualidade do produto cinematográfico deixou bastante a desejar.

Depois do noivado, Anastasia e Christian não tardaram em dar o nó. Mas a idílica lua-de-mel por terras francesas é rapidamente abalada por estranhos acontecimentos na sede da Grey Enterprises em Seattle. Rapidamente de volta aos EUA, o par romântico tenta adaptar-se à vida de casados enquanto o perigo parece estar sempre à espreita.

Por entre vários clichés sobre as rotinas familiares, o filme segue a temática dos seus antecessores, encaixando cenas de sexo (umas com mais, outras com menos piada) nos intervalos de um enredo paupérrimo e desinteressante.

Pior só mesmo a sensação, ao sair da sala de cinema, de que até haveria espaço e comprometimento do público para novas aventuras, novos rumos e novas experiências. Mas não houve talento nem descomprometimento para tal.

Quanto ao prometido Clímax?
Ficou, ao invés, um enorme vazio (de pipocas)!

Site
Trailer

About

Já vão 10 anos desde que começámos este projeto. Expandimos para o facebook, para o twitter, para o youtube para o instagram e agora temos um site personalizado. Publicamos crítica, oferecemos convites e partilhamos a nossa paixão pelo cinema. Obrigado por fazeres parte dela!

Pub

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: