Home » Estreias » “Covil de Ladrões (Den of Thieves)” de Christian Gudegast

“Covil de Ladrões (Den of Thieves)” de Christian Gudegast

Confesso que não estaria à espera de um argumento tão inteligente!

Gerard Butler é um dos poucos bons atores de ação que resistem ao mudar dos tempos… e à inundação do cinema de entretenimento pelos super-heróis (politicamente corretos) oriundos da BD. E, agora, em efeito multiplicação.

Se o seu Mike Banning vai já para o 3º capítulo (Olympus, London e, futuramente, Angel Has Fallen), tudo indica que, também, Big Nick voltará em breve aos cinemas. Pode vir!

Mais do que a autenticidade das cenas de ação – com destaque para o detalhe sonoro e coreográfico – o filme vale pela dualidade de grande parte das personagens e pela forma inteligente como o enredo o transforma num heist film!
Vamos preparados para um cenário de guerra urbana, com muitos tiros, polícias e ladrões, bons e maus de ambos os lados, e, a dada altura, somos surpreendidos por um argumento que sabe bem para onde nos leva… e onde quer chegar.

Nick O’Brien (Gerard Butler) é o carismático líder de uma unidade especial da polícia do Condado de Los Angeles, com especial gosto pela captura dos bandidos mais perigosos da cidade. Com métodos pouco recomendáveis – para usar um eufemismo – Big Nick irá deparar-se com o opositor mais astuto e perigoso até a data, Ray Merrimen (Pablo Schreiber), um ex-militar e ex-presidiário especialista em assaltos de grande envergadura a bancos e afins.

No elenco, para além da dupla de durões, destaque para a presença do rapper-actor 50 Cent e de O’Shea Jackson Jr. (Straight Outta Compton) no lado dos “maus”. Já no lado dos “bons” Butler assume quase a totalidade as “despesas da casa”!

O duelo nas ruas é intenso e atrativo especialmente quando ambos os lados optam por deixar as armas “em casa” e deixam o enredo “trabalhar”. Sente-se a vibração do argumento e, reconheça-se, dentro do género não temos visto muitos filmes tão inteligentes e desafiantes. Tem um pouco de John Wick – ainda que não seja tão incisivo das cenas de luta e tiroteio -, tem um pouco de Heat – ainda que lhe falte, naturalmente, malta com o talento de Al Pacino e De Niro – mas tem, definitivamente, coragem, músculo e cérebro para prender os espetador à cadeira… até ao último segundo!

E tem uma sequela a caminho.
Na altura que foi anunciada, pareceu-nos estranho e despropositada. Mas, depois, vimos o filme e tudo fez sentido!

Butler pode contar connosco, especialmente se continuar a encontrar argumentos com esta qualidade e coerência para prosseguir a sua carreira de action-hero!

 

Site
Trailer

About

Já vão 10 anos desde que começámos este projeto. Expandimos para o facebook, para o twitter, para o youtube para o instagram e agora temos um site personalizado. Publicamos crítica, oferecemos convites e partilhamos a nossa paixão pelo cinema. Obrigado por fazeres parte dela!

Pub

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: