Home » News » Em Agosto, nos cinemas…

Em Agosto, nos cinemas…

Depois de um julho ameno (ainda que com o filme mais visto do ano) , agosto começa com um peso pesado!

Ou dois. Dwayne Johnson e Jason Statham aventuram-se para lá do franchise (oficial) Fast & Furious, levando Hobbs e Shaw para novas aventuras. De arqui-inimigos a parceiros, a dupla tem agora direito ao seu próprio filme (franchise??) com menos carros e família, mas com mais ação e humor. Ou três. O vilão de serviço é nada mais, nada menos, do que Idris Elba (aka the black superman). Do elenco destaque, também, para o regresso de Helen Mirren à saga F&F e para a estreia de Vanessa Kirby. Quanto à história, Hobbs e Shaw unem esforços para proteger a irmã mais nova do segundo e prevenir que um imponente terrorista se apodere de uma tecnologia que, nas mãos erradas, pode causar estragos. E, assim, arrancamos para agosto com FAST & FURIOUS: HOBBS AND SHAW.

O início do mês é, também, sinónimo do filme de animação obrigatório do mês. UGLYDOOLS promete derreter os corações dos mais graúdos pequenos, com uma história de tolerância, respeito e integração. Numa fábrica de brinquedos, nomeadamente de fofos peluches – os bonecos com defeito são rejeitos pela “máquina” e enviados para lá da colina. Mas em Uglyville há toda uma comunidade de braços abertos para os receber. Colorido, divertido e com bom coração, esta animação promete encantar a pequena e relembrar aos mais crescidos alguns valores que parecem algo… adormecidos.

Não fechamos a primeira semana de estreias sem reencontrar Johnny Depp. O talento é inquestionável mesmo que algumas vezes – Pirates of the Caribbean, I see you! – pareça que está tudo a funcionar em piloto automático. Ora bem, THE PROFESSOR (aka Richard Says Goodbye) junta o que de melhor o ator tem para oferecer, com um argumento apimentado e preciso. O assunto é sério, comovente e desconfortável, mas a forma escolhida por Wayne Roberts (realizador e argumentista) para o abordar é tão ou mais contundente. Para além de Depp, o filme conta ainda com um elenco de malta talentosa como Rosemarie DeWitt, Danny Huston, Ron Livingstone ou Zoey Deutch. É verdade que já o vimos. E recomendamos!

Se o mês começa em grande, prossegue em igual patamar. BOOKSMART é a obra de estreia da atriz Olivia Wilde como realizadora e o feedback não pode ser mais positivo. Os mais sisudos preferem referenciá-lo como a versão feminina de Superbad… mas a maioria tem destacado o espírito rebelde e inteligente do filme, sobre duas amigas que no último dia do Secundário, decidem experimentar o wild side of (high school) life. Irreverente, cáustico e desafiador, o filme promete ser uma lufada de ar fresco nos filmes de/para adolescentes, sem regras, sem limites, mas com muito bom senso e determinação. Kaitlyn Dever e Beanie Feldstein são a jovem dupla de protagonistas que promete dar que falar nos próximos tempos!

Se uns estão a estrear-se, outros já vão no 9º filme! Pelos menos são essas as contas de Quentin Tarantino. ONCE UPON A TIME… IN HOLLYWOOD é um dos filmes mais antecipados do ano. E razões não falta. Amado pela crítica e idolatrado pelos fãs, Tarantino goza atualmente de um consenso pouco habitual na indústria. DiCaprio há muito que deixou de ser apenas um “menino bonito” e no seu último trabalho, ganhou um Oscar The Revenant, 2015. Pitt continua a ser um dos mais poderosos leading man em Hollywood, mesmo a fazer o papel de um duplo. Margot Robbie é uma das maiores estrelas em ascensão da atualidade, ela que começou a dar nas vistas, precisamente ao lado de DiCaprio (em The Wolf of Wall Street). E temos ainda Al Pacino, Dakota Fanning, Bruce Dern, Emile Hirsch, Timothy Olyphant, e o final da década de ouro (os anos 60) de Hollywood. DiCaprio é uma estrela a atravessar uma crise de identidade e Pitt o seu duplo. Até que o filme se cruza com Sharon Tate e o seu assassino, Charles Manson. O argumento está guardado a sete chaves, mesmo depois do filme ter estreado em Cannes, no passado mês de Maio. Já falta pouco!

É Agosto, mas podia ser Dezembro. Porque o nível continua (bastante) alto. THE KITCHEN junta Elisabeth Moss, Melissa McCarthy e Tiffany Haddish à Máfia nova-iorquina em plena década de 70. Terreno profícuo e lamoso, o crime e as alianças da máfia continuam a encantar a cultura pop norte-americana desta vez numa adaptação à 7ª arte de uma banda desenhada da DC Comics sobre três mulheres que não se rendem! Depois de verem os seus maridos presos pelo FBI e subjugadas pela máfia irlandesa, Claire, Kathy e Ruby decidem assumir os “negócios da família”. Filme de estreia de Andrea Berloff como realizadora, a sua cotação chega em alta, tanto pelo trio de protagonistas, como pelas primeiras imagens que prometem uma recriação primorosa do ambiente nefasto e violento de uma Nova Iorque sucumbida ao poder uns quantos. Pode muito bem vir a ser uma das grandes surpresas deste ano!

Continuamos no cinema de ação, desta vez com um velho conhecido. Gerard Butler e o seu Mike Banning estão de regresso para o terceiro capítulo da saga deste super agente secreto. Depois de Olympus e London, desta vez é o próprio agente quem caiu… em desgraça. Incriminado pela tentativa de assassinato do próprio presidente, Mike é obrigado a fugir para encontrar os verdadeiros culpados. E para isso nada melhor do que unir forças com… o seu pai. E ninguém melhor do que Nick Nolte para a tarefa! Depois de dois filmes competentes, especialmente no que aos dotes do escocês como action hero, o terceiro filme tenta ser mais pessoal, mais sério e mais complexo, ao entrar no seu cativante mundo das teorias da conspiração. De qualquer forma fica a ideia de que Banning vai resolver tudo ao tiro e ao pontapé. E ainda bem! Porque Butler tem mesmo jeito para a coisa! ANGEL HAS FALLEN é O filme de ação deste Verão.

Bem, agora que já receitámos a dose certa de ação para o mês, voltamos ao cinema para os mais novos. GOOD BOYS é, primeiro que tudo, o filme em que os seus próprios protagonistas não podem ver o trailer, tal como o produtor do filme, Seth Rogen, faz questão de enfatizar antes de cada trailer. Jacob Tremblay, Keith L. Williams e Brady Noon formam a tripla de miúdos que vive algumas improváveis aventuras… e tudo porque só se querem divertir! Inocentes e ingénuos, mas desbragados e aventureiros, o filme promete um sem número de gargalhadas, numa comédia bem mais raunchy do que a idade dos seus protagonistas parecia prometer. Não há como não gostar.

E continuamos no cinema infanto-juvenil, desta vez com uma aventura bem mais familiar. O canal de TV Nickelodeon continua a marcar presença na 7ª arte, desta vez com um filme um pouco mais ambicioso do que o habitual. Isabela Moner que começou a dar nas vistas nas sequelas Transformers, Sicario e, mais recentemente, na comédia familiar Instant Family, dá vida a Dora, a Exploradora, uma jovem que trata a selva por tu! Na versão cinematográfica, Dora terá de regressar à selva, onde cresceu, para ajudar os seus pais (Michael Peña e Eva Longoria) a enfrentar uma gananciosa ameaça. Filme de aventuras para um público mais jovem, por excelência, DORA AND THE LOST CITY OF GOLD pode muito bem vir a revelar-se uma bonita surpresa.
NOTA DA DISTRIBUIDORA: A estreia do filme foi adiada, não havendo ainda de momento uma nova data.

Queen. Elton John. Bruce Springsteen. Em boa verdade, o filme de Gurinder Chadha (realizadora responsável por esse clássico do cinema britânico que deu a conhecer ao mundo Keira Knightley, Bend It Like Beckham) está bem longe de ser um biopic, mais ou menos fantasioso, mas a música – de imensa qualidade – continua a encontrar um espaço de imenso relevo na 7º arte. Desta vez a música do The Boss serve de inspiração, orientação e revelação para um jovem britânico, de origem paquistanesa, em plena década de 80. O estreante Viveik Kalra é o epicentro de BLINDED BY THE LIGHT um coming of age marcado pela era Thatcher, a sempre complicada integração no Reino Unido dos cidadãos oriundos da Commonwealth e um artista norte-americano que falava diretamente ao coração do seu público. As músicas e sobretudo as letras, das canções de Springsteen dão o mote para um filme que promete recuperar a ingenuidade e a voracidade de uns anos 80 repletos de histórias por contar.

Dos produtores de Marley & Me. O chamariz mais poderoso no que a filmes com cães diz respeito. Curiosamente, THE ART OF RACING IN THE RAIN captou a nossa atenção ainda antes de termos conhecimento deste facto. Um piloto de automóveis, uma vida, uma corrida para eternidade. E um cão que o ajuda a lidar com tudo isso. Kevin Costner dá voz ao cão que, afinal, é o centro da narrativa. Milo Ventimiglia e Amanda Seyfried os humanos que adotam o labrador como seu animal de estimação, confidente e melhor amigo. Numa altura que os filmes de terror substituíram as comédias românticas/dramáticas nas salas de cinema, todo e qualquer filme deste género é alvo da nossa mais profunda atenção. Este ano já tivemos direito a Long Shot, After, Yesterday, e pouco mais. Poucos, muito poucos, para quem gosta de ir ao cinema para se… apaixonar. Simon Curtis (My Week with Marilyn, Woman in Gold) realiza.

Concluímos com o coração derretido, por manteiga de amendoim. THE PEANUT BUTTER FALCON promete ser um dos grandes filmes independentes do segundo semestre ano, numa história ternurenta sobre um jovem adulto com a síndrome de Down que foge de casa para encontrar o seu lugar no mundo. O estreante Zack Gottsagen protagoniza, ao lado de Shia Labeouf e Dakota Johnson, num filme que conta ainda com nomes sonantes como John Hawkes, Thomas Haden Church, Jon Bernthal e Bruce Dern. Com remenescências da obra de Mark Twain, nomeadamente os seus clássicos Tom Sawyer e Huckleberry Finn, o filme de Tyler Nilson e Michael Schwartz promete recuperar a beleza das paisagens e das gentes do sudeste norte-americano. Parece vir a ser genuinamente… bonito!

E parece que é finalmente este mês que estreia STOCKHOLM que teve destaque no nosso site já no mês de Abril.

Velocidade Furiosa: Hobbs & Shaw, Adeus, Professor, Booksmart – Inteligentes e Rebeldes, The Kitchen: Rainhas do Crime, Tudo Bons Meninos, Assalto ao Poder, Blinded by the Light: O Poder da Música e Dora e a Cidade Perdida são distribuídos pela NOS Audiovisuais.
Era Uma Vez em… Hollywood e A Vida de um Campeão são distribuídos pela Big Pictures Films.
Uglydolls é distribuídos pela Cinemundo.
Síndrome de Estocolmo é distribuído pela Films4you
O Falcão Manteiga de Amendoim é distribuído pela Outsider Films.

About

Já vão 12 anos desde que começámos este projeto. Expandimos para o facebook, para o twitter, para o youtube para o instagram e agora temos um site personalizado. Publicamos crítica, oferecemos convites e partilhamos a nossa paixão pelo cinema. Obrigado por fazeres parte dela!

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: