Home » News » Em Novembro, nos Cinemas…

Em Novembro, nos Cinemas…

Há um bocadinho de cada para (agradar a) todos. Drama, terror, História, guerra, intriga, animação e diversão. É novembro, o mês das castanhas e de todas as emoções.

Não foi consensual a escolha para iniciar os destaques deste mês, mas quando temos Matt Damon e Christian Bale a protagonizar um filme baseado numa história verídica, sobre o duelo FORD v FERRARI pela supremacia no mercado automóvel, a balança inevitavelmente pende para cá. James Mangold (Logan, Walk the Line) dirige esta fantástica dupla de atores num filme que promete meter o prego a fundo e levar-nos por uma viagem periclitante por entre os meandros do sonho americano e da revolução automóvel dos anos 60, com epicentro numa das mais memoráveis corridas das míticas 24 horas de Le Mans! Para amantes da velocidade… e de cinema, em geral!

Seguimos para um dos mais intrigantes filmes do ano. Rian Johnson, realizador de The Last Jedi e Looper, assina uma homenagem ao cinema de Hitchcock ou Agatha Christie, com um whodunit recheado de mistério e um elenco invejável: Daniel Craig, Ana de Armas, Jamie Lee Curtis, Toni Collette, Don Johnson, Chris Evans, Michael Shannon ou Christopher Plummer. KNIVES OUT, como seria de prever, conta a história de um homicídio e da sua investigação, numa luxuosa mansão onde todos parecem culpados e ninguém parece realmente perceber o que se passou. Um grande entretenimento está (mais do que) garantido! E pelas primeiras críticas que temos lido, um grande filme.

Let it Go, Let it Go! É verdade que foram necessários 6 anos para cá chegarmos, mas uma das mais aguardadas sequelas do universo animado da Disney vai mesmo estrear nos cinemas de todo o mundo. Apesar do filme inicial não ser, propriamente, uma grande obra cinematográfica, tinha, de facto, todos os ingredientes para apaixonar a sua legião de fãs. Os mais novos, especialmente as mais novas, facilmente identificaram-se com as irmãs Anna e Elsa, as melodias de encher o ouvido e aquecer o coração e a irreverência de um quinteto perito em meter-se em alhadas. Se as 2 irmãs estão de volta, também Olaf, o boneco de neve, e Kristoff, o fiel escudeiro e Sven, o divertido cavalo, não poderiam faltar. Juntos vão meter-se em novas aventuras, descobrindo o futuro, à medida que vão compreendendo melhor o seu passado. FROZEN II é o filme deste Natal para a pequenada… e não só!

Quem estão igualmente de regresso são os anjos, mais propriamente, Elena, Jane e Sabina. Série de sucesso nos anos 70, CHARLIE’S ANGELS já teve, inclusive direito a uma versão cinematográfica no início do século, com Cameron Diaz, Drew Barrymoore e Lucy Liu nos principais papéis. Chega agora a vez de Elizabeth Banks contar a sua versão deste trio de intrépidas beldades, com um talento especial para a espionagem e os serviços secretos. Naomi Scott, Ella Balinska e Kristen Stewart são as novas Anjos, enquanto Banks para além da realização assume, igualmente, o papel de Bosley, o elo de ligação do trio com a organização. Ação, entretenimento, um bocadinho de intriga e o empowerment feminino novamente em destaque. Duvido que alguém possa sair chamuscado…

Mais sério. Mais real. Mais Histórico. Roland Emmerich já assinou alguns dos maiores blockbusters dos nossos tempos, como Independence Day, The Day After Tomorrow ou 2012. Desta vez, a história é ligeiramente mais real, mas o padrão mantém-se. Habituado a projetos em grande escala, o realizador alemão dirige atenções para a história norte-americana, e em particular para o aftermath do infame ataque a Pearl Harbor. Poucos meses depois do ataque japonês à frota norte-americana estacionada no Hawaii (e da raide norte-americano a Tóquio), japoneses e norte-americanos voltaram a confrontar-se, desta vez, de forma mais leal. Esse encontro deu-se no atol de MIIDWAY, uma ilha paradisíaca a oeste do Hawaii, naquela que haveria de se revelar numa das mais decisivas batalhas da Guerra do Pacífico, durante a II Guerra Mundial. Se a História é um enorme atrativo o elenco não é de somenos. Woody Harrelson, Ed Skrein, Patrick Wilson, Dennis Quaid, Luke Evans, Mandy Moore, Nick Jonas e Aaron Eckhart estão às ordem de Emmerich para contar a História.

Por falar em História, a Guerra Civil espanhola não é propriamente habitué na 7ª arte – nem mesmo na oriunda de Espanha – mas podia muito bem ser. A antecâmara da II Guerra Mundial, o duelo entre Franco e os republicanos, o início de uma das mais rudes ditaduras europeias que ainda hoje condiciona a sociedade espanhola, tem seguramente História e histórias para contar. Foi isso que fez Alejandro Aménabar em MIENTRAS DURE LA GUERRA, ao pegar no confronto entre o escritor Miguel de Unamuno e os ideias fascistas e ditatoriais do general Franco. Protagonizado pelo bem conhecido – mesmo em Portugal – Karra Elejalde (Ocho apellidos bascos, 100 Metros) o filme faz um retrato alarmante da cultura e sociedade espanhola, através de um assunto quase tabu mesmo na atual democracia de nuestros hermanos. É seguramente um dos grandes filmes espanhóis deste ano e, ao contrário do habitual, não teremos de esperar longos meses para o ver nas nossas salas de cinema. Depois de ter estreado em Setembro deste ano em Espanha e de ter sido um dos destaque do Cine Fiesta em outubro, o filme tem a sua estreia comercial no nosso país, já este mês. Que bom!

Mantemos a intensidade, mas mudamos totalmente de registo. Edward Norton é um rapaz de muitos talentos. Um deles é a realização. Em 2000, a sua obra de estreia atrás das câmaras, Keeping the Faith, não era muito mais do que uma simpática comédia romântica, mas tinha algo diferente que a destacava as demais. 2019 é o ano da sua segunda incursão como realizador, mas desta vez a ambição é outra. MOTHERLESS BROOKLYN parece talhada para outros voos e outro público. Baseado no premiado romance de Jonathan Lethem, o filme revolve em torno de Lionel Essrog, um sujeito especial que tudo fará para desvendar o assassinato do seu mais fiel e único amigo de verdade, o detetive Frank Minna, numa Nova Iorque dos anos 50, mergulhada no crime, na corrupção e no sonho americano. Para além do próprio Norton, o filme conta ainda com Bruce Willis, Alec Baldwin, Williem Dafoe, Bobby Cannavale e Gugu Mbatha-Raw. Mistério. Intriga. Crime. Suspense.

O Halloween já lá vai, mas a contagem decrescente (para a morte) ainda agora começou! E se houvesse uma app que indicasse quantos anos, dias, horas, minutos e segundos de vida te restavam? É essa a perturbante premissa desenvolvida por Justin Dec em COUNTDOWN. A meio caminho entre sátira social e o cinema de terror, puro e duro, o filme promete uns quantos arrepios, saltos da cadeira e um cortante e mordaz retrato da sociedade atual. É cinema de terror jovem, refrescante, inteligente e para malta com coragem, sim senhor! A ver vamos o que acontece quando o relógio marcar… ZERO.

Se há uma app que nos diz quando termina a vida, há outra que a controla. Implacavelmente. Adam Devine, o moço bem disposto e bem composto (eufemismo para gordinho) de Pitch Perfect é o protagonista desta comédia bem apimentada, sobre a nossa dependência tecnológica e o perigoso futuro que nos aguarda. Ou algo assim. JEXI é essa voz, essa entidade de zeros e uns, ciumenta, possessiva, mandona e vingativa que vai infernizar a vida do seu utilizador quando Phil passa a preferir a companhia de Cate, uma parceria de carne e osso. Jon Lucas e Scott Moore, a dupla de argumentista de The Hangover e realizadores de Bad Moms e respetiva sequela, são os responsáveis por esta comédia arisca. Junto a Devine temos, então, a voz da australiana Rose Byrne e Alexandra Shipp (Dark Phoenix e Love, Simon) de corpo e alma. Expetativa contida mas efusiva!
Nota editorial: A estreia deste filme foi adiada para dezembro.

Fechamos com mais uma comédia, esta mais generalista e ligeira. PLAYING WITH FIRE é daquelas comédias para toda a família, com miúdos reguilas, bombeiros e muita diversão. John Cena é o cabeça de cartaz e comandante deste quartel de durões que se vão derreter por completo quando ficam à sua guarda três jovens irmãos. Experiente e bem sucedido no género, o realizador Andy Fickman volta ao seu território privilegiado para mais um desafio bem humorado. Para além de Cena, destaque para a presença de Keegan-Michael Key, John Leguizamo, Dennis Haysbert e Judy Greer. Cinema leve descontraído, divertido e para todos.

Frozen II – O Reino do Gelo, Midway, Os Órfãos de BrooklynQuem Brinca com o Fogo… são distribuídos pela NOS Audiovisuais.
Le Mans ’66 – O Duelo, Os Anjos de Charlie Enquanto a Guerra Durar são distribuídos pela Big Pictures Films.
Countdown e Jexi são distribuídos pela Cinemundo.
Knives Out é distribuído pela Pris Audiovisuais.

About

Já vão 12 anos desde que começámos este projeto. Expandimos para o facebook, para o twitter, para o youtube para o instagram e agora temos um site personalizado. Publicamos crítica, oferecemos convites e partilhamos a nossa paixão pelo cinema. Obrigado por fazeres parte dela!

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: