Passatempos Online

Home » News » Em março de 2022, nos Cinemas portugueses…

Em março de 2022, nos Cinemas portugueses…

Já lá vai o tempo em que o mês de março era considerado a silly season do Cinema, com o fim da temporada dos prémios e as distribuidoras a aproveitarem para limpar as prateleiras. Bem, mas isso eram outros tempos!

Em 2022, março começa com um dos mais aguardados filmes do ano. THE BATMAN de Matt Reeves (Let Me In, The Planet of the Apes, Cloverfield) dá nova vida ao vigilante amargurado de Gotham, com um elenco que mistura jovens talentos como Robert Pattinson, Zoe Kravitz e Paul Dano, com uns quantos veteranos de créditos firmados, Colin Farrell, Andy Serkis e Jeffrey Wright. Para além do ”morcego” teremos Catwoman, Ridler, Penguim e uma nova e perturbadora visão de Batman!

Se o mês começa com estrondo, termina de igual forma. MORBIUS é o próximo vilão tornado anti-herói dentro do Spider-Man Universe da Sony. O enorme Jared Leto dá corpo a Michael Morbius, cuja dolorosa existência se irá transformar por completo com uma cura “milagrosa” com efeitos secundários imprevisíveis. Nunca ser mau foi tão bom, como agora! Só falta mesmo saber quando/se o Homem-Aranha se juntará na 7ª arte, aos seus ”amiguinhos” da BD.

Para lá dos grandes blockbusters, há todo um novo mundo por conhecer. SONIC THE HEDGEHOG 2 é um bom (re)começo. Depois do sucesso do primeiro filme do herói da SEGA na antecâmara da pandemia, Jeff Fowler e demais equipa estão de regresso para mais aventuras do ouriço mais conhecido do mundo (dos videojogos). Se nos humanos James Marsden, Jim Carrey e Tika Sumpter estão de volta, nos “bonecos” destaque para a estreia de Tails e Knuckles num filme que promete super-diversão, super-animação e uma super-piscadela de olhos ao eterno videojogo.

Ao bom estilo de Michael Bay, AMBULANCE entrou de rompante no nosso radar com um misto de ação eletrizante, desempenhos competentes e um argumento habilidoso para captar plenamente a nossa atenção. Jake Gyllenhaal e Yahya Abdul-Mateen II são dois amigos de longa data que planeiam o assalto perfeito a um banco… onde tudo dá para o torto, ao ponto de os obrigar a roubar uma ambulância, conduzida por Eiza González, para apimentar ainda mais a sua fuga.

Por falar em ação, quem está igualmente de regresso é Chris Pine. O outrora Captain Kirk e em tempos Jack Ryan, volta a unir esforços com o seu parceiro de Hell or High Water, Ben Foster, num filme ação em torno de mercenários envolvidos no jogo político-financeiro, em que as boas intenções de uns quantos ex-militares são usurpadas por gente sem escrúpulos. THE CONTRACTOR é tudo isso e ainda mais uns pózinhos de traição, devoção e pragmatismo.

Quem também não está para meias medidas é Naomi Watts em THE DESPERATE HOUR. Uma mãe é posta à prova quando a escola do seu filho é alvo de um atirador furtivo. Sem saber como, mas com plena devoção ao porquê, nenhuma restrição, cerca ou instrução policial será suficiente para travar os intentos de uma mãe. O filme marca o regresso de Phillip Noyce, responsável por exemplos maiores do género como Salt, Clear and Present Danger ou Patriot Games.

Channing Tatum e uma cadela bem marada são os protagonistas de DOG, uma comédia dramática com humanos e o seu fiel amigo a darem mostras de enorme humanidade, completa cumplicidade e um sentido de humor bem voraz. Ambos militares a atravessar um momento de raiva e introspeção, humano e canídeo terão de lidar com os seus traumas e diferenças, ao longo de uma reveladora road trip. Alguém mencionou Kleenex’s?!?

Christoph Waltz, Annette Bening, Vanessa Redgrave e uma inacreditável história verídica são os condimentos certos para GEORGETOWN levantar algumas sobrancelhas. Se a isto juntarmos a estreia na realização de Waltz e uns quantos twists, surpresas e revelações em torno deste casamento peculiar, temos filme! Estávamos nos anos 90 e quando a filantropa idosa Viola Herms Drath (Elsa Breht no filme) anuncia o seu casamento com o bem mais novo e desconhecido Ulrich Mott, ninguém ficou indiferente. E quando anos mais tarde ela é assassinada…

Antes de fecharmos e porque estamos em plena temporada dos prémios, DORAIBU MAI KÂ (aka DRIVE MY CAR) é, sem dúvida, o filme sensação deste ano. Melhor Filme, Realizador, Argumento Adaptado e Filme Estrangeiro são as 4 nomeações que a obra de Ryûsuke Hamaguchi alcançou nos prémios da Academia de Hollywood, suficiente para captar todas as atenções. No filme japonês, um conceituado encenador, de luto pela morte relativamente recente da sua esposa, embarca numa longa viagem para Hiroshima, com uma motorista que se tornará na sua confidente.

Na mesma linha, ainda que de forma ligeiramente mais branda, GHAHREMAN (aka A HERO) do iraniano Asghar Farhadi marca o regresso do conceituado realizador à sua terra natal, depois da incursão espanhola com Todos lo Saben. Com o “herói” que regressa a casa de precária, durante 2 dias, para acertar dívidas com o passado, Asghar desta vez teve de se contentar com a nomeação aos Golden Globes, depois das vitórias alcançadas nos Oscars com The Salesman e A Separation.

Referência ainda para RESISTANCE, destaque em fevereiro, mas cuja estreia foi adiada e confirmada para este mês de março!

The Batman, Ambulância – Um Dia de Crime, The Contractor – Mercenário e Dog – A Aventura de uma Vida  são distribuídos pela Cinemundo.
Sonic 2: O Filme e A Hora do Desespero são distribuídos pela NOS Audiovisuais.
Morbius é distribuído pela Big Pictures Films.
O Crime de Georgetown é distribuído pela PRIS Audiovisuais.
Drive My Car é distribuído pela Leopardo Filmes.
Um Herói é distribuído pela Alambique Filmes.

Leave a Reply

%d bloggers like this: