Passatempos Online

Home » Estreias » “Descarrilada (Trainwreck)” de Judd Apatow

“Descarrilada (Trainwreck)” de Judd Apatow


Apesar da sua proeminência na comédia norte-americana na última década, Judd Apatow apenas assinou 5 filmes como realizador ao longo desse período. The 40-Year-Old Virgin, Knocked Up, Funny People, This is 40 e, finalmente, Trainwreck. Todos com direito a crítica neste espaço.

Mas o seu impacto vai muito para além destas cinco obras, moldando, influenciado e guiando grande parte da comédia norte-americana nestes 10 anos. Levando-a para outro patamar, acrescentando uma pitada de sal e pimenta mas sobretudo refinando um género demasiado maltratado por terras americanas.

Chegamos, então, ao quinto exemplar.
Trainwreck coloca Amy Schumer – e por maioria de razão, o género feminino – no centro desta comédia desbocada, tresloucada e desembaraçada. Protagonista e argumentista no filme, Amy irrompe pela 7ª arte plenamente ciente do risco que está a correr mas em grande estilo.

Amy (a personagem) foi educada a viver a vida um dia de cada vez, sem qualquer preocupação quanto ao seu rumo, nem quanto aos que com ela a partilhavam… até que conhece Aaron (Bill Hader) um famoso cirurgião que gosta realmente dela como ela é e que aos poucos irá convencê-la que a monogamia é, de facto, possível. Num mundo perfeito normal seria mais ou menos isto mas na vida de Amy nem tudo é tão simples.

Curiosamente, mesmo perante os intervenientes e o tom inicial do filme, aos poucos vamos percebendo que Trainwreck é muito mais uma comédia romântica do que uma comédia apimentada. É inegável que o humor é muitas vezes corrosivo, amargo e até violento mas a partir de certa altura, a relação entre Amy e Aaron assume, realmente, pleno destaque.

Nota final artística para LeBron James. O jogador da NBA (e muito provavelmente futuro protagonista de Space Jam 2) tem uma presença tridimensional que não lhe permite fazer outro papel que não o de ele próprio mas fá-lo com grande piada, presença e à vontade. É natural que a nossa costela desportiva ajude a apreciar (ainda mais) os breves momentos em que o basquetebolista surge na grande tela mas a verdade é que funciona muito bem.

Acaba, surpreendentemente, por fugir às expetativas criadas mas no cômputo geral é, de facto, agradável.

Site
Trailer

Comments

  1. "Descarrilada": 3*

    "Descarrilada" é um bom e divertido filme e gostei de o ver.
    "Trainwreck" tem uma história interessante e várias personagens que oferecem momentos hilariantes.

    Cumprimentos, Frederico Daniel.

Leave a Reply

%d bloggers like this: