Passatempos Online

Home » News » Em outubro, nos Cinemas portugueses…

Em outubro, nos Cinemas portugueses…

Os filmes aparecem e desaparecem (das listas de estrias) ao ritmo que as folhas ficam amarelas e caiem das árvores. É o Outono a chegar, e o Cinema a preparar-se para o Inverno!

Tudo o que envolva a segunda Guerra Mundial tem o condão de chamar a nossa atenção mesmo quando se trata de um filme de terror. Este parece que tem algo diferente e não falo apenas da decrépita mansão e dos seus fantasmas. Brenton Thwaites, herói do último Pirates of the Caribbean protagoniza este GHOSTS OF WAR no papel Chris, um soldado a quem é confiada a missão de ganhar terreno a umas tropas alemãs em retirada, ocupando a tal mansão outrora palco de indiscritíveis atrocidades. E ao que parece ainda temos um twist para rematar a história

É mais uma das grandes apostas para este mês. Jessica Chastain segue a tendência do momento no género cinematográfico mais popular da atualidade, protagonizando um filme de ação no feminino. Depois do Johansson, Theron, Gadot e Garner, entre outras, é a vez da talentosa atriz californiana demonstrar os seus dotes de action hero neste AVA. Mas não vem só. Colin Farrell, John Malkovich e Common acompanham-na no filme as ordens de Tate Taylor (The Help). Chastain protagoniza no papel de uma assassina contratada que começa a duvidar da justeza das suas ações e com a cabeça a prémio ninguém deixará de olhar por cima do ombro. Nem nós.

Se as senhoras continuam a dominar as estreias no cinema de ação, Liam Neeson continua a ser o seu expoente máximo. Desta vez o calmeirão norte irlandês está prestes a colocar os seus dotes explosivos e furtivos, em repouso quando decidi entregar-se para se dedicar a uma vida honesta, junto da sua amada. Mas como não podia deixar de ser as suas intenções acabam furadas quando uma dupla de detetives do FBI tenta enganá-lo de forma a apoderar-se do seu dinheiro. Para além da qualidade garantida por Neeson, HONEST THIEF conta com Mark Williams na cadeira de realizador (depois do interessante A Family Man) e um elenco com nomes como Jay Courtney, Robert Patrick ou Kate Walsh. É daqueles filmes que nos cativa, desde o primeiro segundo!

É uma das surpresas dos últimos dias – não só em termos de data de estreia mas, inclusive, de filme em si – e promete deixar a sua marca em pleno dia (ou temporada) das bruxas. THE WITCHES é a adaptação, pelas mãos do competentíssimo Robert Zemeckis, de uma das obras do lendário Roald Dahl sobre um carismático, vil e espirituoso grupo de bruxas que se depara com um jovem órfão. Se até aqui já era suficiente para despertar a nossa atenção, ainda para mais com um timing perfeito da sua estreia – em véspera da noite de Halloween – quando juntamos um elenco com Anne Hathaway, Octavia Spencer, Stanley Tucci e (a voz de) Chris Rock, a expetativa e o deleite começa a ser enorme. Fora isso, é ver o trailer e deixar-nos levar pelos ares da temporada.

Outra das sensações da temporada é um dos filmes mais afetados pela atual pandemia. Estava tudo pronto para TROLLS WORLD TOUR ser um dos fenómenos do cinema de animação deste ano, até as contas saírem furadas pela atual conjetura. Mais do que a qualidade cinematográfica do filme ou da saga, é a “boa onda” que os bonecos transmitem, sobretudo através das canções e melodias, que fazem destes filmes uma referência do género. Anna Kendrick e Justin Timberlake voltam a liderar o elenco de vozes originais, que chegam nesta sequela acompanhados por James Corden, Mary J. Blige ou Sam Rockwell. Walt Dohrn volta a ser um dos realizadores, num filme em que a música é ainda mais o centro da história, num “duelo” entre o Hard Rock (e a sua Rainha) e os sons mais melosos de Poppy.

É um daqueles filmes que pode muito bem passar ao lado do grande público – aliás como a maioria por estes dias – mas que traz consigo uma mensagem super interessante. I AM WOMAN conta a história verídica de Helen Reddy, uma jovem cantora australiana que mudou a sua vida, em busca de um sonho. Com vinte e poucos anos e uma filha, Helen abandonou a sua terra natal para tentar a sorte nos EUA, para no início da década de 70 se ter tornado num dos ídolos e ícones do movimento feminista, sobretudo com o seu maior sucesso que dá título ao filme. Eram, seguramente outros tempos mas foram profundamente determinantes na evolução do pensamento coletivo. A jovem Tilda Cobham-Hervey assume o papel de protagonista, num filme que pode catapultar para as luzes da ribalta muitos dos seus envolvidos. I am strong, I am invincible, I am woman…

Por falar nos anos 70 e no movimento feminista, ou igualitário(!), mais uma história verídica que marcou gerações. Desta vez de forma amplamente mediática. Londres, concurso Miss Mundo de 1970. Um dos eventos televisivos mais vistos do mundo é interrompido pela manifestação, em pleno Royal Albert Hall, de um grupo de mulheres em prol da igualdade de direitos, tratamento e reconhecimento. Precisamente, no momento em que as Mulheres mais lindas do mundo eram avaliadas meramente pelo seu aspeto físico. Por detrás desse acontecimento há uma série de histórias do apresentador à organização, das manifestantes às participantes, das questões políticas às manifestações sociais. MISBEHAVIOUR conta com Keira Knightley, Jessie Buckley, Guga Mbatha-Raw, Greg Kinnear e Rhys Ifans nos principais papéis. E com uma mensagem bastante poderosa!

Não é todos os dias que um filme português é tão premiado num festival tão prestigiante como o de Veneza. LISTEN de Ana Rita Rocha não perdeu tempo e aproveita a onda (e ainda bem!) em torno do seu reconhecimento internacional para chegar às salas de cinema portuguesas. Lúcia Moniz e Ruben Garcia protagonizam um drama bastante real sobre uma família portuguesa que se vê a braços com os Serviços Sociais britânicos, quando estes, “arbitrariamente”, lhe retiram a tutela dos seus próprios filhos. Para além de ser uma história com várias situações bem reais e relatadas na Comunicação Social nos últimos anos, o filme promete momentos altamente dramáticos e emotivos, de incrível autenticidade e relevância. O timing não podia ser mais certeiro.

Fechamos a resenha ao mês de outubro, tal como abrimos a nossa antevisão ao mês de setembro. Com ANTEBELLUM. Não apenas pelo facto da estreia do filme ter sido adiada para Outubro, mas porque É UM FILME FANTÁSTICO!!

Mulheres ao Poder, Um Último Golpe (e Antebellum) são distribuídos pela Pris Audiovisuais
Ava, Fantasmas de Guerra e Trolls: Tour Mundial são distribuídos pela Cinemundo
As Bruxas de Roald Dahl, I Am Woman e Listen são distribuídos pela NOS Audiovisuais.

Leave a Reply

%d bloggers like this: