Passatempos Online

Home » Estreias » “Ao Ritmo de Washington Heights (In the Heights)” de Jon M. Chu

“Ao Ritmo de Washington Heights (In the Heights)” de Jon M. Chu

Tem o ritmo, o balanço e a melodia certas para nos obrigar a dançar e cantarolar por mais de duas horas!

Lin-Manuel Miranda é, para a maioria de nós, um daqueles típicos fenómenos norte-americanos. Um rapaz de aparentemente muto talento que se tornou num must por terras de tio Sam graças a UM musical.
Hamilton conquistou a Broadway e o mainstream cultural norte-americano de tal forma que o ator e compositor de origens porto-riquenhas passou a ser um dos mais requisitados artistas da atualidade.

Com “carta branca” para apresentar o seu próximo projeto, Lin-Manuel adaptou à 7ª arte o musical que primeiro lhe gracejou fama, In the Heights. Unido esforços com Jon M. Chu – realizador do sucesso surpresa do Verão de 2018, Crazy Rich Asians – Miranda dá-nos a conhecer a sua New York City, mais propriamente o bairro de Washington Heights. Predominantemente habitado por dominicanos, Washington Heights localiza-se do extremo norte de Manhattan, local onde as tradições, a cultura e o espírito latino continuam por demais evidentes!

Tendo como pano de fundo, o papel dos imigrantes na construção do verdadeiro melting pot que se tornou Nova Iorque, e por maioria de razão os EUA, o filme leva-nos bailando e cantando, para um ambiente altamente festivo, colorido e alegre, mas simultaneamente sofrido, nostálgico e saudosista.

Usnavi – papel interpretado originalmente pelo próprio Lin-Manuel nos palcos mas agora entregue ao (mais) jovem Anthony Ramos – é o dono de uma modesta mercearia de bairro que pretende à sua República Dominicana natal, em busca do sonho de voltar a ser realmente feliz… sem perceber que a felicidade está em tudo o que nos rodeia.
Figura central do bairro, o jovem dar-nos-á a conhecer as mais pitorescas personagens de Washington Heights com o Verão nova iorquino a prometer fazer estalar os termómetros.

É impossível ficar indiferente, da mesma forma que é impossível ficar quieto na cadeira!
Tem humor, amor, emoção e magia… para dar e vender. E tem, também, Paciencia Y Fe.

Não era “suposto” ser assim TÃO BOM!!

Leave a Reply

%d bloggers like this: