Passatempos

Home » Estreias » “Frankenweenie” de Tim Burton

“Frankenweenie” de Tim Burton


Antes de se tornar numa figura incontornável do cinema mundial, Tim Burton fazia filmes diferentes para a Disney… os quais acabaram por ditar o seu despedimento.

Uma dessas curta-metragens dava pelo nome de Frankenweenie e girava em torno de um jovem rapaz – de carne e osso – que ressuscitava o seu cão ao estilo de Frankenstein.

28 anos depois, o realizador de Dark Shadows, Sweeney Todd, Beetle Juice ou Corpse Bride, transforma a sua ideia original num filme de animação em 3D e acrescenta-lhe umas pitadas de homenagem ao intemporal cinema de terror.

No centro da história encontramos Sparky, um cão super carinhoso, obcecado por uma qualquer bola de beisebol e fiel amigo do seu jovem dono.
No entanto, um acidente irá terminar a sua bela amizade, pelo menos até ao dia em que Victor (Charlie Tahan) torna um projecto científico… numa prova de amor!

Se na primeira parte do filme Burton segue os parâmetros normais do “cinema Disney” (mesmo que numa versão mais agri-doce), já na segunda metade entramos, em definitivo, no universo típico do realizador californiano, juntando o bizarro ao humor, o suspense à doçura, a fantasia à descoberta.

Apesar de ser um filme de animação em 3D, Frankenweenie está longe de ser um filme para crianças! Algo me diz que algures na Disney ainda há quem se coce com isto tudo.
Apresentado a preto e branco e com alguns diálogos sinistros – já para não falar de alguns seres que por lá populam – a mais recente obra de Tim Burton é destinado maioritariamente ao publico mais maduro e conhecedor das anteriores obras do realizador. Estes não irão estranhar algumas das opções (aparentemente) inesperadas e irão deliciar-se com as pequenas (e as grandes) homenagens ao cinema de terror.

No meio de toda esta algazarra o filme tem ainda tempo para puxar pelas emoções e construir um enredo ternurento e envolvente. Afinal quem nunca teve um animal de estimação?

Será inevitável a comparação com ParaNormaN, também ele um filme que junta a animação ao terror. Todavia se esse funcionava como um manual de iniciação ao género – o cinema de terror -, já este Frankenweenie é destinado a um público mais que iniciado nestas andanças.
Em suma, a tendência está lá mas o ponto de origem é totalmente antagónico!

É verdade, desta vez o Johnny Depp não participa… quem diria!?!?

Site Oficial
Trailer
Trailer 2

Tem legendas em castelhano mas não deixa de ser uma relíquia.
A curta-metragem de Tim Burton, intitulada… Frankenweenie (1984)!

About

Já vão 16 anos desde que começámos este projeto. Expandimos para o facebook, para o twitter, para o youtube para o instagram e agora temos um site personalizado. Publicamos crítica, oferecemos convites e partilhamos a nossa paixão pelo cinema. Obrigado por fazeres parte dela!

Leave a Reply

%d bloggers like this: