Home » Estreias » “O Amigo do Peito (The Wedding Ringer)” de Jeremy Garelick

“O Amigo do Peito (The Wedding Ringer)” de Jeremy Garelick


Kevin Hart está (bem) longe de ser um nome (re)conhecido fora dos EUA… mas, aparentemente, isso está prestes a mudar.

Com uma carreira interessante no mundo da comédia, o pequenino natural de Philadelphia é já bastante acarinhado no seu país de origem, especialmente pela comunidade afro-americana, fruto, sobretudo, do sucesso alcançado o ano passado com Ride Along,(inédito por cá!) junto a Ice Cube.

O próximo passo? Conquistar o Mundo!

The Wedding Ringer não será O filme que lhe vai garantir esse sucesso imediato mas é, sem dúvida, mais grão no papo… ao qual se seguirá muito em breve Get Hard, ao lado de Will Ferrell.

A fazer lembrar Wedding Crashers – mais não seja pela temática dos casamentos – o filme tem realmente os seus momentos de puro divertimento e euforia, sempre com Kevin como epicentro da ação. Mas não faz todo o trabalho sozinho. Josh Gad (jOBS) – também ele um ator em tragetória ascendente – encaixa que nem uma luva no papel de calmeirão sem gente para mulheres (ou qualquer vida social), contrastando na perfeição com o lado mais bonacheirão do seu parceiro.

A 15 dias do casamento com a mulher dos seus sonhos, Doug Harris (Gad) – profissional bem sucedido mas sem quaisquer dotes de socialização – continua à procura de um padrinho de casamento. O desespero leva-lo-à a tomar conhecimento com a Best Man Inc., uma empresa que presta serviços a noivos em apuros, incluindo (se necessário) uma legião de padrinhos… de última hora.
A relação “estritamente” profissional entre Doug e Jimmy Callahan (Hart) tem tudo para ser um fiasco… tal como o casamento de Doug com Gretchen (Kaley Cuoco-Sweeting). Inseguro, deslumbrado, enrascado mas de bom coração, o jovem noivo acabará por receber um pouco mais do que pagou.

Apesar de todo o esforço, o filme acaba por cair na velha esparrela das comédias norte-americanas, cometendo um ou outro excesso totalmente desnecessário e pejorativo. Ainda assim, resulta num bom serão cinematográfico, onde podemos rir sem grandes complexos ou esforços.

Kevin Hart e Josh Gad não ficarão, certamente, mundialmente conhecidos pelo seu desempenho neste The Wedding Ringer mas, também, mal não lhes fará.

É um filme que se vê… bem.

Site
Trailer

About

Já vão 10 anos desde que começámos este projeto. Expandimos para o facebook, para o twitter, para o youtube para o instagram e agora temos um site personalizado. Publicamos crítica, oferecemos convites e partilhamos a nossa paixão pelo cinema. Obrigado por fazeres parte dela!

Pub

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: