Home » Antevisões » Antevisão “American Made” de Doug Liman

Antevisão “American Made” de Doug Liman

É já este mês que Tom Cruise está de regresso às salas de cinema nacionais!! E se em Junho The Mummy ficou aquém das expetativas, este American Made tem tudo para voltar a pôr o famoso ator norte-americano no “topo do mundo”.

Menos de 3 meses separam a estreia dos filme em Portugal mas estes não podiam ser mais distintos. De monstros e sustos, passamos para ação, humor e uma história tão incrível que só podia ser verídica!

Ao leme Doug Liman. O realizador de The Bourne Identity e Mr. & Mrs. Smith, voltou a encontrar-se com a fama quando “conheceu” Tom Cruise, em Edge of Tomorrow. Juntamente com McQuarrie, o realizador nova-iorquino tem acompanhado in loco a carreira recente da estrela maior de Hollywood, tendo já prevista, precisamente, a sequela desse peculiar filme de ação e ficção-científica.

Mas Liman não se fica por aqui. Curiosamente também ele já estreou este ano um filme em Portugal, em junho. The Wall,  um daqueles que está na nossa lista de filmes a ver, assim que possível, e que confirma a versatilidade e talento do realizador.

Mas voltemos a American Made. Baseado numa louca história verídica de um talentoso piloto de aviões que fruto da sua colaboração com a CIA acabou a fazer voos clandestinos de e para a América do Sul, às ordens dos mais poderosos cartéis da droga.

Estávamos nos anos 80. Barry Seal não era apenas um piloto de aviões comerciais. O seu talento ao comando das aeronaves não passou despercebidos à poderoso CIA que o recrutou para uns serviços pouco recomendáveis lá para os lados da Colômbia e vizinhos. Envolvido com malta duvidosa – que viriam a tornar-se nos inimigos nº1 de várias administrações norte-americanas – Seal encontrou nessas cooperações estratégicas uma forma de ganhar uns “trocos” a mais. Tudo sob a proteção dos Serviços Secretos norte-americanos. Isto há malta para tudo!!

Logo pela peculiariedade da história – sensação reforçada pelas imagens já disponibilizadas – o tom (não confundir com Tom) parece certeiro, misturando ação, comédia e uma pitada de romance, num filme vertiginoso a fazer lembrar pequenas pérolas como War Dogs ou Kill the Messenger. E claro tem Tom. Goste-se ou não do estilo ou da personagem/personalidade, é verdade que são já mais de 30 anos recheados de grandes filmes.

Bem mas se uma imagem vale mais do que 1000 palavras. Cá ficam algumas, para tirar as dúvidas!

Para além de Cruise, o filme conta com Domhnall Gleeson, no papel do agente de CIA que recrutou Barry Seal, Sarah Wright como Lucy Seal, a esposa do protagonista, e Caleb Landry Jones no papel de Bubba. 3 atores que prometem dar muito que falar nos próximos anos!

Olhos postos no final do mês. Tom Cruise, uma incrível história veridica e um conjunto de intervenientes de qualidade prometem um filme poderoso a meio caminho entre o puro entretenimento e o retrato social de um país e de uma era… plena de oportunidades!

Curiosamente e altamente incomum para um filme norte-americano, American Made só chegará aos cinemas nos EUA quase 1 mês APÓS a sua estreia no nosso país. Por definição seria um mau pronúncio mas aparentemente estará apenas relacionado com o adiamento da sua estreia motivado pela necessidade de reshoots no início deste ano.

Barry Seal – Traficante Americano estreia, em Portugal, a 31 de Agosto.

About

Já vão 10 anos desde que começámos este projeto. Expandimos para o facebook, para o twitter, para o youtube para o instagram e agora temos um site personalizado. Publicamos crítica, oferecemos convites e partilhamos a nossa paixão pelo cinema. Obrigado por fazeres parte dela!

Pub

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: